A falta de pagamento das Companhias Docas vem causando uma grande bola de neve e comprometendo o Portus, o fundo de pensão dos portuários brasileiros. Conforme relatório que chegou ao diretor-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Renato Barco, o Portus fechou 2012 com um déficit de mais de 3 bilhões de reais.

Até o final de 2010 o Portus contabilizava 27.405 associados, que correm sérios riscos de levar calote do instituto de seguridade social. Possui participantes, assistidos e beneficiários distribuídos nas regiões de Norte a Sul. Há vários anos, vem sendo veiculado a possibilidade do Portus ser liquidado, para desespero de quem contribuiu com o instituto.

A interventora Maria Batista da Silva destaca no relatório a necessidade do Governo Federal cumprir com os pagamentos negociados e dos participantes ativos começarem a contribuir sobre o 13° salário. No caso dos participantes assistidos por auxílio-doença ou por aposentadoria, é preciso contribuir com 56,50% de seus benefícios e os pensionistas com 33,90% de suas contribuições.

Confira o diagnóstico completo no site do Sindaport: http://www.sindaport.com.br/conteudo.php?id=4336.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s