“Perdemos a era do ouro, a era do café e podemos perder a era da logística”. A crítica é do ex-presidente da Companhia Docas do Estado do Espírito Santo (Codesa), Henrique Zimmer, sobre o que vem sendo veiculado sobre o setor portuário no estado. “Existem forças internas (poucas) e externas (muitas) que não querem que o Espírito Santo continue seu desenvolvimento. É necessário que se faça uma cruzada contra os adversários”.

 

“Os nomes divulgados para a nova estrutura administrativa da Codesa não condizem com o estágio alcançado pela empresa”, alerta. A empresa, que enfrentou anos de dificuldades, passou a ter sua gestão profissionalizada com a presidência de Zimmer, e depois com o atual presidente Angelo Baptista, que disse que encontrava a “casa arrumada”.

 

Zimmer está preocupado, também, com o futuro da construção de um porto de águas profundas no estado. “Se não fizermos nada não vai ter construção do porto nem ampliação dos terminais de cargas e passageiros do aeroporto de Vitória”.

 

Na questão aeroportuária, ele apontou os aeroportos de Viracopos, em Guarulhos (São Paulo), Confins (Minas Gerais), Galeão e Cabo Frio (ambos no Rio de Janeiro) como os concorrentes diretos do Espírito Santo. “Se Santos Dumont (Rio de Janeiro) pegou foco e foi recuperado, por que o nosso aeroporto não pode? Se sair um terminal de cargas e uma pista maiores teremos poder. Podemos atrair cargas com muito mais competência e competitividade. A mesma coisa é o porto”.

 

Henrique Zimmer avalia que se não se fizer alguma coisa, “não sairá nada, nem dragagem, nem aeroporto, nada”. O estado, que conta com grandes e promissores projetos, “incomoda”, avalia.

 

O ex-presidente da Codesa diz que a construção de um porto de contêineres é uma necessidade urgente para movimentação de mercadorias com maior valor agregado. “Só trabalhamos com produto primário e isso é de poder das grandes empresas. Nós só ficamos com o ônus dos grandes projetos privados. Se não fizer alguma coisa vamos ficar brigando por “puxadinho” de aeroporto e por berço no Porto de Vitória”.

 

Leia também:

* Porto de Vitória precisa urgente da dragagem

* Ministro dos Portos promete dragagem do Porto de Vitória para setembro

* Pedro Brito pede a novo ministro que encaminhe dragagem do Porto de Vitória

 

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s