O censo portuário iniciado em outubro deste ano, o Plano Nacional de Planejamento Portuário (PNLP), mais um projeto da Secretaria de Portos (SEP), está na etapa de levantamento de informações. O trabalho conta com cinco equipes de campo visitando os 35 portos priorizados pela SEP e tem a previsão de conclusão para janeiro de 2011. Para a realização desse trabalho, a SEP contratou a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Segundo Danilo Ramos, especialista em Transporte Pleno da Fundação e Ensino e Engenharia de Santa Catarina (FEESC), os pesquisadores estão observando na vida portuária aspectos relacionados à mão de obra, processos de gestão, equipamentos e infraestrutura.

* Logística Portuária da SEP 
* Apresentação da Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária sobre a perspectiva do setor a partir do PNLP da SEP

Ramos informa que o diagnóstico será realizado com um levantamento de dados completo, com um questionário para cada área temática que indicará a situação nos porto brasileiros. “Consiste num trabalho direcionado aos 35 portos brasileiros, planejamento para um prazo de 20 anos. Para melhor abordagem e consequente ações, o levantamento foi dividido em áreas temáticas da atividade portuária”.

As temáticas observadas dentro do PNLP são: gestão portuária; economia e finanças portuárias; operações portuárias; acessos rodoviários, hidroviário, ferroviário e área de influência; e meio ambiente.


PNLP busca enxergar os portos além do óbvio e das fronteiras portuárias

O trabalho está organizado em três etapas. A fase atual é de diagnóstico, o segundo momento é de prognóstico e a etapa final de conclusões. A equipe do Plano operando com quatro grupos de trabalho, composta pelo Laboratório de Transportes e Logística (LabTrans) da Universidade Federal de Santa Catarina, engenheiros, economistas, analistas de sistema, programadores e administrativo.

Três outras equipes formam o conjunto do trabalho: consultores independentes do Porto de Roterdã, 12 consultores independentes brasileiros, com experiência no setor portuário e na atividade marítima e o Grupo Executivo de Apoio (Gea), além de um grupo avançado do LabTrans, localizado em Brasília, junto à Secretaria dos Portos.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente