“Botar a carga em um caminhão é muito mais rápido e mais fácil do que realizar o transporte via cabotagem”. A declaração de Waldemar Rocha Junior, presidente da Câmara Interamericana de Associações Nacionais de Agentes Marítimos (Cianam), evidencia a burocracia que atrapalha o desenvolvimento da cabotagem no Brasil. Ele destaca, entretanto, que não há somente um único problema que, caso resolvido, minimizará as dificuldades de realizar o transporte aquaviário interno no País. “Não há um só fator, são fatores combinados”.

* Acompanhe o especial "Cabotagem: problemas e soluções"

Rocha Junior lembra que as exigências legais para realizar o transporte via cabotagem são praticamente as mesmas necessárias para a navegação de longo curso, o que é um grande equívoco na visão dele e da maior parte dos empresários. Somente uma legislação mais ágil e adequada, opina o presidente da Cianam, pode ajudar a reverter esse cenário.

Além da legislação, a qualidade da infraestrutura portuária é um fator essencial para o desenvolvimento da cabotagem nos portos brasileiros. Os recentes investimentos feitos em dragagem, acessos terrestres e modernização dos equipamentos portuários ajudarão a estimular a cabotagem no País, segundo o presidente do Porto de São Francisco do Sul, Paulo Cesar Cortes Corsi.

A Log-In é a empresa responsável pela operação de cabotagem no porto catarinense. Segundo Corsi, esse tipo de operação é tradicional em São Francisco do Sul e tende a aumentar nos próximos anos.

Ele acredita que essa modalidade de navegação depende de uma competente política nacional para se desenvolver, mas tem confiança no futuro da cabotagem de São Francisco do Sul diante das melhorias estruturais que vem sendo feitas no Porto. “Quando se aumenta a infraestrutura para contêineres, aumenta-se a capacidade da cabotagem, que hoje praticamente se restringe ao transporte de contêineres”.

Leia também
* Cabotagem cresce menos do que a expectativa do mercado
* Para técnico do Ipea, cabotagem precisa de mais estímulo e incentivos

*
Redução de impacto ambiental é ponto forte da cabotagem
*
Grupo de trabalho na Casa Civil discutirá cabotagem
* SEP apresenta Projeto de Cabotagem em Fortaleza

* Custos e infraestrutura inadequada são os principais problemas da cabotagem no País

* Incentivo à cabotagem da SEP quer integrar todo o País

* Incentivo à cabotagem é tema de workshop no Porto de Vitória

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s