Irretocável. Esse foi o adjetivo utilizado pelo presidente do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) do Porto de Santos, Sérgio Aquino, para o discurso feito por Wilen Manteli na cerimônia de premiação Personalidade PortoGente 2009, no litoral paulista. Manteli, presidente da Associação Brasileira de Terminais Portuários (ABTP), recebeu diversos elogios por conviver com opiniões diferentes das suas e aceitar posições diversas para a formulação de um debate.

* Manteli lembra do sindicalista Bebeco ao receber prêmio 
* Manteli garante ainda ter muito o que fazer pelos portos
* Autoridades e empresários comentam premiação de Wilen Manteli 

Aquino, que também ocupa o cargo de secretário de Assuntos Portuários e Marítimos da Prefeitura de Santos, considera que Manteli reconhece sabidamente a necessidade de inflexão sobre a questão laboral, mesmo representando a iniciativa privada, e com o passar do tempo aprendeu a lidar com a história e a cultura do trabalhador portuário. “Nós ainda estamos fazendo a nossa lição de casa. Não conseguimos implantar totalmente a Lei 8.630/93 em todos os seus princípios”. O presidente do CAP avalia que a atuação do presidente da ABTP é fundamental para dar condições para que as administrações portuárias possam ter melhores caminhos para atuar e que, assim, possam ser finalmente cobradas em termos de gestão.


O diretor do site PortoGente, José Antônio Marques Almeida, celebra com muitas risadas o sucesso do evento junto a Magano, Manteli e Aquino

Carlos Eduardo Bueno Magano, o vencedor do primeiro Personalidade PortoGente, em 2005, comentou que há 20 anos conhece Manteli e que sempre foi possível notar as suas principais características, especialmente a de aprender com os debates estabelecidos pelos membros do sistema portuário. “Mesmo quem tem opinião discordante acaba ficando amigo dele”.

Magano concorda com a visão de Manteli de que a sociedade precisa assumir o compromisso de sua responsabilidade diante dos debates sobre o meio portuário. “O CAP tem que se fazer presente, tem que assumir a sua posição. É um excelente instrumento para a sociedade reivindicar seus desejos”.


O homenageado (à dir.) ouve atentamente as palavras
de elogio e incentivo durante a solenidade de premiação

O gerente de portos da Usiminas, José Antonio Oliveira de Rezende, considerou “muito feliz” a homenagem a Wilen Manteli e fez questão de destacar que o presidente da ABTP não tem receio de defender suas convicções, independente do ambiente em que está. “Embora ele seja gaúcho, falou que Santos é o hub port do País”. Segundo Rezende, o princípio básico para aumentar a eficiência do sistema portuário nacional está na busca pelo CAP cumprir o papel estabelecido pela Lei 8.630.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s