Quarta, 24 Abril 2024

Segundo especialista em comunicação, o mercado exige posicionamento claro das empresas em relação às práticas ambientais, sociais e de governança

No cenário empresarial contemporâneo, a conscientização sobre a responsabilidade social e ambiental tornou-se essencial. Já são muitas as ações ESG, práticas ambientais, sociais e de governança desenvolvidas pelas empresas comprometidas com um futuro mais sustentável.

ESG Pg

Segundo a jornalista Silvana Piñeiro Nogueira, CEO da Smartcom - Inteligência em Comunicação, as empresas têm dúvidas sobre quando começar a divulgar essas ações interna e externamente. “É importante que o conceito ESG esteja impregnado em todas as áreas da empresa, que as ações estejam sendo realmente implementadas, para que a comunicação seja feita sem receio de que se torne um green washing”, diz a jornalista.

Para isso, ela alerta que as áreas de comunicação e marketing devem entender que ESG não é apenas uma ferramenta para vender, mas que a prática precisa ser verdadeira. “É fundamental ter coerência e solidez quando divulgamos, por exemplo, que temos diversidade na empresa ou se uma embalagem é totalmente reciclável”, afirma.

A CEO afirma ainda que quando o ESG se transforma em uma fachada e a divulgação segue ainda assim, criando uma cortina de fumaça, o impacto sobre a reputação da marca é profundo pode resultar em multas e sanções do governo. Perante a lei, aqueles que divulgam sem embasamento concreto e resultados, correm o risco de aumentar a penalidade em mais de 10 vezes.

“Estamos em um caminho sem volta. As empresas vão ter que olhar e se adaptar a uma gestão sustentável e precisam dar voz a essas iniciativas. Até porque o próprio mercado exige esse posicionamento. Ao comunicar, o conceito se fortalece e promovemos mudanças de cultura no meio empresarial”, reforça a jornalista.

ESG em pauta

A CEO Silvana Piñeiro é uma das palestrantes no evento ‘ESG: implemente, mensure e comunique a seu favor’, promovido pela Câmara de Comércio Brasil Alemanha - AHK Paraná, por meio do seu Grupo de Intercâmbio de Experiências em ESG, GIEMA+SG, que será realizado no dia 29 de novembro, das 14h às 17h30, no Hotel Bristol Brasil 500, em Curitiba (PR).

O objetivo é compartilhar experiências de implementação, falar sobre indicadores, como comunicar positivamente e compartilhar as dificuldades enfrentadas pelas empresas que já desenvolvem ações de ESG.

Além da jornalista Silvana Piñeiro, fundadora e CEO da Smartcom - Inteligência em Comunicação, mestre em Estudos Políticos pela Sorbonne - Paris II, pós-graduada em Marketing e especialista em Comunicação para Sustentabilidade pela Deutsch Akademie Public Relation (DAPR) – Alemanha, participam como palestrantes do evento as especialistas:

- Cris Baluta, CEO da Roadimex Ambiental e Head do Impacto+, especialista em Gestão Ambiental, abrirá o evento com a atual contextualização do ESG e suas polêmicas;

- Rubia Moisa, mestre em Passivos Ambientais e Engenheira Química pela UFPR, além de diretora técnica da Roadimex e Head do IMPACTO+, falará sobre as normas ABNT 2030; e

- Claudia Coser, doutora em Administração pela UFPR nas áreas de Estratégia e Organizações, além de fundadora e CEO da Plataforma Nobis, que vai falar sobre Indicadores ESG.

A programação também terá como convidados especiais Luciano Ávila (Harbauer do Brasil),Rafael Tögel (Licks Attorneys) e Carlos Polakowski (Elis do Brasil), que irão compartilhar os desafios práticos que enfrentam no dia a dia em relação ao ESG.

Curta, comente e compartilhe!
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Deixe sua opinião! Comente!
 

 

 

banner logistica e conhecimento portogente 2

EVP - Cursos online grátis
seta menuhome

Portopédia
seta menuhome

E-book
seta menuhome

Dragagem
seta menuhome

TCCs
seta menuhome
 
logo feira global20192
Negócios e Oportunidades    
imagem feira global home
Áreas Portuárias
seta menuhome

Comunidades Portuárias
seta menuhome

Condomínios Logísticos
seta menuhome

WebSummits
seta menuhome