Público poderá assistir aos debates com grandes nomes nacionais e internacionais sobre Finanças Verdes, Economia Azul e Mercados de Carbono, entre outros, além de conhecer novas soluções de tecnologia verde na edição 2021 do GreenTech América Latina

Estão abertas as inscrições para acompanhar, remota e gratuitamente, o GreenTech América Latina, programa de seleção e desenvolvimento de startups com tecnologias que despoluem ou reduzem a emissão de gases de efeito estufa. O evento acontece de 22 a 24 de novembro e terá abertura de Julio Moura Neto, Sócio Fundador e Presidente da Vesper-Ventures, membro do Conselho da Cencosud (Chile), sócio e membro dos Conselhos da Brinox, da Exact Sales e da Órigo.

GreenTech América Latina

>> Confira mais informação clicando aqui

No dia 23, a abertura fica por conta do Holandês Derk Loorbach, da Drift for Transition que falará sobre radical transitions. No dia 24 Frederik Van Deurs, Fundador do Green Innovation Group e Michelle Tatcher, da US Green Chamber of Commerce abrirão o último dia.

Entre os palestrantes estão Sergio Gusmão Suchodolski, que falará no painel Economia Verde sobre as iniciativas do banco. Presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais S/A - BDMG e da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), Sergio é também Diretor do Comitê Executivo da Associação Latino-Americana de Instituições Financeiras para o Desenvolvimento (ALIDE).

Um dos participantes do painel Tendências dos Mercados de Carbono é Ed Morata, cofundador da ForFuturing, consultoria de ESG na América Latina, EUA e Europa que co-fundou um dos primeiros fundos de créditos de carbono brasileiro este ano, e da Eneas Alternative Investments, firma de private equity; Max Corrêa, Chefe da Divisão de Combustíveis e Novas Energias no Ministério de Minas e Energia do Chile falará no painel de Energy Tech; Johan Lopez traz para o painel de Economia Azul ampla experiência em iniciativas de impacto social, finanças verdes, parcerias globais e desenvolvimento sustentável, tendo passagens pelo Citibank e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, entre outras instituições.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente