O processo da fumigação é executado diariamente por 156 empresas que atuam no setor em todo o Brasil. Sem isso, seria impossível movimentar diversos produtos que cruzam estradas e oceanos para chegar aos mais variados países e continentes. A importância do serviço pode ser medida pelas razões acima mencionadas. Fumigar produtos é um processo complexo, que exige atenção redobrada dos profissionais envolvidos nesta atividade.

Segundo o engenheiro florestal e aplicador da empresa Sitec Fumigação, Alziro Antônio Camargo, o processo de fumigação pode ser caracterizado pela aplicação de gases em embalagens de madeira ou em determinados produtos que necessitam ser tratados. “O serviço é realizado em recintos fechados. O processo ocorre dentro de contêineres, em armazéns, silos, porões de navios e nas próprias áreas de atuação da empresa que solicitou o serviço”.

A fumigação é realizada por exigência de órgãos fitossanitários de muitos países, inclusive o Brasil, com objetivo de impedir a circulação de pragas de alto risco ou fungos que possam causar prejuízos para a economia. As empresas que atuam no setor em todo território nacional são credenciadas junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, mantendo a padronização sobre os serviços executados.

Gases
Os gases mais utilizados para a fumigação são o brometo de metila – armazenado em cilindros e usado, principalmente, nas aplicações feitas em contêineres e em produtos de madeira – e a fosfina – em forma de pastilhas, usada em porões de navios e silos. No entanto, nada impede que um gás seja utilizado onde se costuma aplicar outro tipo de produto. Todos mantêm a mesma eficácia.

Todas as operações envolvendo o serviço de fumigação exigem o uso de máscaras, botas, capacetes, coletes reflexivos, cones de segurança e placas de advertência. Tudo para garantir a segurança do trabalhador.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s