A primeira fase das obras de expansão do Porto Itapoá (SC) têm previsão de entrega até o final de maio, quando devem estar finalizados mais 40 mil m² de pátio e mais 170 metros de píer. Em março deste ano, uma nova área de 60 mil m², com capacidade para 18 mil contêineres, foi inaugurada, aumentando o pátio de contêineres para 210 mil m², hoje já plenamente operacionais. Ainda este ano o Porto Itapoá terá capacidade para movimentar 1,2milhão de TEUs/ano.

Itapoa 2016 editada

Inaugurado em junho de 2011 com uma infraestrutura capaz de movimentar 500 mil TEUs por ano, desde 2013 a capacidade do porto já vinha sendo superada. Para atender à demanda cada vez maior do mercado, o terminal deu início naquele ano ao processo de ampliação. As primeiras obras tiveram inicio em outubro de 2016, depois da obtenção de todas as licenças.

O projeto de expansão contempla ainda 200 mil metros quadrados de áreas adicionais de pátio (com aterro em andamento) e 410 metros de píer (novo berço), cuja evolução acontecerá nos próximos três anos. A entrega das obras em fases faz parte da estratégia do terminal de atender à alta demanda de forma escalonada e planejada. A cada área finalizada, um novo processo de licenciamento é iniciado para evitar gargalos operacionais na movimentação de contêineres.

Ao mesmo tempo que tem a sua infraestrutura ampliada, o terminal aperfeiçoa também o relacionamento com o cliente. O resultado da última Pesquisa de Satisfação de Clientes apontou um dos melhores índices de satisfação do Brasil e do mundo, com um NPS (Net Promoter Score) de 76 pontos . O NPS é um índice globalmente aceito de fidelização que classifica os clientes em uma rede de promotores ou detratores do negócio e baseia-se na ideia de recomendação de produtos e serviços para outros consumidores.

A realização das pesquisas identificou uma oportunidade de investimento num setor pouco conhecido dentro do ambiente logístico-portuário, o Customer Care. Implantado em Itapoá em 2017, o departamento foi responsável pela recuperação do nível de satisfação do cliente, quando se propôs a concentrar todas as demandas originárias do mercado em um único ponto da empresa com o poder para sanar dúvidas e entregar soluções confiáveis.

Outros dois índices também são trabalhados nesta pesquisa. O primeiro é o SSI (Spontaneous Satisfaction Index), no qual o terminal obteve 92% de satisfação. O SSI é a representação da imagem da empresa junto aos clientes. Já o CJI (Customer's Journey Index) representa a satisfação do cliente com os serviços efetivamente realizados pelo porto. Nesse indicador, a satisfação dos clientes com o Porto Itapoá atingiu 87%.

Números
O Porto Itapoá registrou um acréscimo de 10% em sua movimentação total em 2017, incluindo exportações, importações, cabotagem, transbordos e movimentação de contêineres vazios. Ao longo do ano passado foram movimentados 612 mil TEUs contra 558 mil TEUs de 2016.

A previsão para 2018 é que o porto movimente 750 mil TEUs (mas já com capacidade para 1,2 milhão de TEUs/ano), um avanço de 22% em relação ao ano passado. O destaque de 2017 ficou para o aumento das movimentações de longo curso, com um avanço de 16,21% no total, o que significa 47 mil TEUs a mais do que em 2016, chegando aos 337 mil TEUs.

Segundo o presidente do Porto Itapoá, Cássio Schreiner, nesses seis anos de operação, o terminal apresentou números muito positivos e, mesmo quando o cenário político e econômico foi desfavorável, o empreendimento proporcionou diferenciais aos clientes, criando uma relação de confiança e se consolidando entre os maiores terminais de contêineres do País.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s