Entre os dias 19 e 22 últimos, o navio-escola Sagres, da marinha portuguesa, ficou atracado no Porto do Recife. A bordo da embarcação 187 tripulantes - entre eles sargentos, oficiais, aspirantes e marinheiros - que foram recepcionados por uma orquestra, passistas de frevo e uma unidade móvel do centro de atendimento ao turista da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).

Sagres

O presidente do Porto do Recife, Flávio Gouveia, destacou a importância da chegada do Sagres à cidade. "É uma satisfação muito grande receber o navio de maior tradição e história da armada portuguesa, tendo em vista a comunidade lusitana que é grande e forte na cidade, motivo pelo qual o nosso ancoradouro foi escolhido como o primeiro ponto de atracação na costa brasileira este ano”, ressaltou.

O Sagres tem como missão treinar futuros oficiais da Marinha de Portugal, mas também é utilizado como espaço de promoção da língua e da cultura portuguesas; o navio é ainda uma plataforma de realização de eventos.

A tripulação portuguesa poderá contar com os benefícios da parceria formada entre o Porto do Recife e a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado de Pernambuco, por meio da Empetur. Um city tour será oferecido para os marinheiros saindo do ancoradouro recifense sentido shopping Rio Mar, 2° jardim de Boa Viagem, Marco Zero e retorno ao Porto do Recife

Do Recife, o Sagres segue para Salvador e deve chegar ao Rio de Janeiro, em agosto. No Rio, o navio atracará no cais da Marinha do Brasil, próximo à Praça Mauá onde passa a ser a embaixada itinerante de Portugal na cidade.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente