A indústria bélica mundial vive dias aquecidos. Aquém mesmo das demonstrações no âmbito dos foguetes norte-coreanos, podemos ver a tecnologia impulsionando o poder de ataque em todos os níveis. Armamento que fica também ao acalcance do domínio do mal.

Onu drone

O drone Tikad desenvolvido e apresentado nesta semana por Duke Robotics, uma empresa de tecnologia nos EUA, é capaz de apontar e disparar contra inimigos enquanto voa. Ele é armado com uma metralhadora e um lançador de granadas.

Desenvolvida com o propósito de reduzir as baixas militares, essa arma só pode ser acionada por controle remoto. É fácil deduzir que em mãos erradas também pode matar inocentes.
Por sua tecnologia e desempenho, o Tikad ganhou um prêmio de inovação em segurança do Departamento de Defesa dos EUA. Já há várias forças militares pelo mundo interessadas em comprar esse novo equipamento.

Vários movimentos pacifistas pelo mundo têm pressionado a Organização das Nações Unidas – ONU para proibição de uso desse tipo de armamento. Entendem que a tendência em um crescendo para uso de armamento autônomo aumenta o risco de robôs assassinos. Com o que ninguém discorda.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s