Depois das catastróficas chuvas que destruíram boa parte do Porto de Itajaí (SC), a comunidade portuária local já arregaça as mangas para o árduo processo de reconstrução de um dos complexos portuários mais importantes do País. Na noite de quinta-feira (27), o superintendente do porto, Arnaldo Schmitt Júnior, divulgou 25 medidas consideradas urgentes pala Autoridade Portuária.

 

E para que a reconstrução do Porto de Itajaí saia o quanto antes, o ministro dos Portos, Pedro Brito, confirmou que já estão disponíveis no orçamento da Secretaria Especial de Portos (SEP) cerca de R$ 350 milhões só para esta finalidade. Enquanto as obras não terminarem, as cargas locais serão destinadas aos portos de Navegantes, São Francisco do Sul, Paranaguá e Santos.

 

O superintendente desmentiu as notícias de que o complexo poderia ficar sem receber navios pelos próximos seis meses. “Cito um exemplo. O superintendente do Teconvi, Walter Joos, está solidário com a situação na cidade e no porto e vai intensificar as obras do Berço Zero para que, aproximadamente em duas semanas, já possamos operar navios no novo berço de atracação”, frisou Schmitt.

 

Veja as 25 obras consideradas emergenciais pela direção do Porto de Itajaí:

 

- Colocar em operação a área menos atingida do porto.

- Demolição do Armazém 2 (em ruptura).

- Demolição do Armazém 2 para ampliação da área de pré-embarque.

- Locar ou construir um novo armazém para substituir os existentes.

- Recomposição do pavimento das áreas contíguas para circulação.

- Recomposição da retroárea próxima ao berço 3

- Batimetria para definir as cotas.

- Contratação emergencial da dragagem.

- Implantação do Gate II para ampliar a operacionalidade.

- Análise estrutural dos berços 3 e 4.

- Reposição de cabeços e defensas dos berços 3 e 4.

- Estudo da construção Dolphin para amarração de lançantes.

- Cravação de estacas pranchas em frente ao Gate I.

- Readequação da infra-estrutura de iluminação e rede elétrica.

- Delimitação das áreas operacionais, através de blocos de concreto.

- Revisão do sistema de drenagem geral.

- Retirada dos quatro guindastes de pórtico sob os trilhos dos berços 3 e 4.

- Reconstrução de 400 metros de cais.

- Reforço dos 300 metros remanescentes.

- Retirada dos escombros do rio.

- Reconstrução do pavimento da área primária.

- Construção de sistema de macro-drenagem da área do Porto.

- Revisão do sistema de sinalização náutica do Porto.

- Readequação do Circuito Fechado de Televisão e armazenamento de dados.

- Instalação de novas defensas.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente