A estiva do Rio de Janeiro está em estado de alerta. Segundo o presidente do sindicato da categoria, Antônio Xavier, a categoria está preocupada com a perda de mercado de trabalho, no porto organizado do Rio de Janeiro. Tem terminal, segundo o sindicalista, que está realizando seleção para a contratação vinculada de estivadores e pretende parar de convocar mão-de-obra avulsa para trabalhar no Ogmo – Órgão Gestor de Mão-de-Obra.

 

Por causa da ameaça, os estivadores cariocas estão em assembléia em caráter permanente e prontos para defenderem o mercado de trabalho nos terminais.

 

“A categoria está mobilizada. Estamos em estado de alerta contra qualquer tomada de posição contra os avulsos”, adverte Xavier.

 

O sindicalista aproveita para solicitar ajuda ao ministro Pedro Brito, da Secretaria Especial de Portos – SEP, e ao presidente Luis Inácio Lula da Silva em defesa do trabalho da categoria.

 

O presidente do Sindicato dos Estivadores do Rio de Janeiro lembra que é a categoria que carrega e descarrega as riquezas do Brasil e, por isso, merece respeito.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website