A fusão da biotecnologia com a tecnologia da informação nos coloca diante das maiores mudanças com que o gênero humano já se deparou (Yuval Harari)

Dad 23MAI2020A década de 20 vai ser lembrada como era da mudança de paradigma digital. Muitas coisas não serão mais feitas como antes. É o que anuncia uma equipe de três universidades australianas, Monash, Swinburne e RMIT, que registrou uma velocidade de dados de 44,2 terabits por segundo (Tbps). Nessa velocidade, os usuários podem baixar mais de 1.000 filmes de alta definição em menos de um segundo.

Leia também
Blockchain, logística e o Ministério da Infraestrutura

Se comparada com a velocidade média atual da banda larga de 64 megabits por segundo (Mbps), estamos falando de velocidade instantânea, ou seja, como a luz. Significa adotar novos padrões de quantidades e tempos de realização de tarefas. Com certeza, uma mudança de comportamento social radical. Estamos preparados para esse novo mundo?

Notícia corporativa 
TI na logística e operações portuárias em tempos de Covid-19

Tamanha velocidade de processamento vai influir também na tecnologia de armazenamento de tantos dados que serão gerados. . Com algoritmos processando dados nessa velocidade estaremos mais distantes de observar a realidade por nós mesmos. Seremos cada vez mais dependentes dos robôs, que decidirão por nós sobre coisas que deveríamos saber.

Artigo | Helmuth Hofstatter
Análise de dados com inteligência artificial

A pandemia do coronavírus cria uma atmosfera propícia para marcar essa fase de transição para o processamento instantâneo. Por exigir isolamento social e pesquisa do vírus, com comunicação telemétrica e processar informações velocidade contra o tempo, a tecnologia informacional está tendo um avanço extraordinário. São caminhos sem volta de uma nova era, que marca o século XXI.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website