Após inúmeras especulações a respeito da origem do dinheiro do Valerioduto – utilizado para realizar o pagamento a deputados envolvidos com o esquema do mensalão - , a Polícia Federal divulgou que ao menos R$ 39,5 milhões de recursos do Banco do Brasil no Fundo Visanet foram desviados indevidamente.

De acordo com Laudo do Instituto Nacional de Criminalística da PF, esse dinheiro se refere a repasses para a DNA Propaganda, empresa utilizada como “laranja” no esquema. A apropriação indevida foi feita entre os anos de 2001 (ainda antes do primeiro mandato do presidente Lula) e 2005.

O Laudo aponta que os saques foram efetuados na agência Brasília do Banco Rural. Por “coincidência”, o local onde a propina era distribuída aos governantes.
Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website