Gestão de frotas é a administração dos registros de todos os automóveis de uma empresa, com informações completas sobre as atividades e os usuários. O objetivo é reduzir ao máximo os gastos, evitando prejuízos que poderiam ser evitados como o desperdício de combustível e o mau uso dos veículos. Isso aumenta a produtividade e o lucro final. Neste post, demos as primeiras dicas para te ajudar a cortar gastos desnecessários e otimizar a sua frota. Agora, confira mais orientações:

Faça um mapeamento

Como já dissemos, o trabalho de um bom gestor é fundamental para a implantação desse controle na empresa. Organização e visão estratégica são características imprescindíveis, e por isso você deve levantar todas as informações que envolvem a operação da sua frota. Quantos e quais são os veículos? Qual o estado, a capacidade e a disponibilidade deles? Qual o perfil de cada condutor? Quais os gastos mensais com combustível, multas e reparos?

O objetivo do mapeamento da frota é disponibilizar o máximo de dados relacionados, possibilitando uma gestão estratégica e mais eficiente.

Estabeleça metas

Agora que você já organizou as principais informações de que precisa, o segundo passo para reduzir os custos através da gestão de frotas é traçar os alvos que a empresa deve alcançar. Elas devem causar uma mudança geral de comportamento, mobilizando todos os envolvidos para cortar os gastos desnecessários. De acordo com o planejamento, você pode incentivar a redução dos custos de manutenção, de sinistros e dos gastos com combustível, por exemplo.

Cuide da frota

Grande parte dos gastos com a frota vem de custos excessivos do dia a dia. E atitudes simples podem mudar isso. A manutenção preventiva, por exemplo, garante o bom funcionamento dos veículos e evita surpresas desagradáveis que podem causar atrasos e muita dor de cabeça. Calibrar corretamente e frequentemente os pneus também é uma boa dica. Algumas empresas fecham contratos com redes de combustível para garantir descontos, boas condições de pagamento e boa qualidade.

Pense nas rotas

O planejamento das rotas é essencial para o sucesso da sua estratégia, já que pode poupar bastante tempo e combustível, além do desgaste da sua frota. Mas atenção: nem sempre o caminho mais curto é o melhor. Preste atenção a “detalhes” como as condições da pista, a segurança de quem trafega, o volume de tráfego, existência de pedágio e de locais para descanso dos motoristas, se for o caso.

Invista em segurança

Um bom gestor de frotas também deve ficar atento à segurança do veículo, dos motoristas e da carga. Por isso, você deve se preocupar com a instalação de equipamentos de segurança para os seus veículos. Isso garante que, mesmo em caso de acidente ou ação de criminosos, como furtos e roubos, você não terá dor de cabeça. Além do seguro veicular, bloqueadores e rastreadores via GPS são ótimas opções. Eles também vão te auxiliar na gestão da frota. Leia mais sobre esses dispositivos.

Mantenha toda a equipe engajada na gestão de frotas

De nada vai adiantar toda essa estratégia se apenas você estiver engajado nela. Compartilhe com todos os seus funcionários os objetivos da empresa. Deixe claro que não só os motoristas da frota devem colaborar. O sucesso dessa estratégia vai depender de um trabalho conjunto.

Como vimos, a gestão de frotas não é nenhum bicho de sete cabeças. Com medidas simples, é possível reduzir os custos da sua empresa e aumentar o lucro de forma considerável.

Precisando de ajuda, você pode entrar em contato com a Declatrack, que hoje é a referência no serviço de gestão de frotas no país. 

Entre no site www.declatrack.com.br e converse diretamente com um consultor.

#Declatrack #RastreamentoVeicular #TaTranquiloTaRastreado

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas