O ar-condicionado é um aparelho fundamental para muitos, mas traz dúvidas antes mesmo da sua instalação. Saiba como ter o equipamento de forma segura e efetiva.

Quem não gosta de abrandar aquele calor desconfortante que faz em grande parte do nosso país? Por mais que tentamos nos proteger nas sombras ou até mesmo consumir alimentos mais leves e refrescantes, sabemos que é uma missão um tanto difícil. Aqui entra a importância do ar-condicionado.

É fato que esse equipamento ajuda e muito no momento de aliviar o calor. Mas, ao mesmo tempo, sabemos o quanto é complexo o instalador de um ar-condicionado. Nesse processo surgem inúmeras dúvidas — se é necessário contratar um profissional especializado ou haverá um custo extra para o procedimento.

Para adiantar algumas delas, sim, o serviço para instalar o equipamento deve ser realizado por um profissional capacitado. Esse será o responsável por averiguar todos os quesitos necessários para o seu funcionamento correto.

Pensando em esclarecer outras dúvidas recorrentes no momento prévio da instalação, reunimos neste artigo as quatro principais para nortear. Assim, o bom funcionamento do aparelho e o seu conforto estarão bem estabelecidos. Confira.

1- O técnico precisa ser especializado?

Sim! É fundamental que o profissional que fizer a instalação do ar-condicionado seja credenciado e tenha experiência no serviço. Dê preferência para um técnico da fabricante do modelo que adquiriu, dessa forma você terá a garantia assegurada.

Caso seu equipamento não esteja na garantia ou até mesmo não tenha profissionais da marca na sua região, contrate profissionais que são referências na instalação de ar-condicionado. Em alguns casos você pode agendar previamente pela internet e esperar o serviço personalizado na sua residência.

De todo modo, segure o entusiasmo e não tente fazer a instalação do equipamento por conta própria. Além de não ser seguro, pode trazer consequências desagradáveis, como a perda do aparelho.

2- Como escolher o ar-condicionado ideal?

Muitas pessoas acreditam que existe apenas um modelo de ar-condicionado no mercado e ele é o ideal para qualquer ambiente. Mas isso é um equívoco. Há diversos tipos disponíveis, os principais são: Split Hi-Wall; Split Canto Teto; Window Split; Multi Split.

Para saber qual o mais adequado para o cômodo pretendido, leve em consideração os seguintes fatores:

  • o tamanho do ambiente;

  • o quanto pretende-se esfriar em dias mais quentes;

  • qual tipo de instalação interna será preciso complementar;

  • se você pretende ter um aparelho fixo ou móvel.

No final, você terá mais clareza sobre qual produto adquirir.

3- Quando é necessário fazer a manutenção?

Logo após a instalação do ar-condicionado, é obrigatório que algumas manutenções sejam realizadas. A primeira delas é a limpeza do filtro a cada três meses. Essas ações farão com que o ar não fique impuro, o que pode acarretar em problemas de saúde para quem o respira.

A segunda é a manutenção preventiva, que dá conta de um bom funcionamento da instalação interna. Essa deve ocorrer uma vez ao ano e precisa ser realizada por um técnico especializado, pois requer a retirada do equipamento.

4- É normal o ar-condicionado fazer barulho?

Qualquer aparelho, independente do seu modelo, faz barulho. No entanto, deve ser moderado. Caso o seu ar-condicionado esteja fazendo um barulho alto ou ruídos mais frequentes, pode indicar que algo está errado. Os motivos podem ser diversos.

O primeiro deles pode ser a má posição de uma peça, que prejudica todo o funcionamento do equipamento. O segundo pode ser pouco óleo no compressor, aqui é preciso lubrificar. Por fim, talvez as saídas de ar estejam obstruídas. Em todos os casos é imprescindível que um técnico seja contactado. Nada de fazer serviço por conta própria.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente