Os testes drives são uma ferramenta fundamental na hora de escolher um carro novo. Todo consumidor tem direito de fazer um test drive em um carro zero. Já é pensando nesse fator que as montadoras distribuem carros especificamente para esse fim nas concessionárias.

Quando você pesquisa sobre um carro para comprar, já é bom começar a se organizar para eventuais gastos de manutenção, como uma eventual ida a oficina funilaria e pintura. Pensando nisso, é importante identificar a melhor opção para evitar gastos.

Quando um consumidor faz um test drive ele consegue avaliar se o automóvel é adequado para suas necessidades, possuindo todos os recursos desejados, além de conferir itens como conforto, segurança e se tudo que o vendedor disse condiz com a realidade.

Esse tipo de ação é fundamental para evitar o descontentamento pós compra. É importante ressaltar que veículos tem um custo bem elevado, então ao definir sua compra você assume que estará com o carro por um longo tempo.

Quando você avalia um imóvel, costuma identificar todas as etapas de importância dele, como vizinhança, comércio local, facilidade de acesso aos transportes públicos, entre outros. Com o veículo não deve ser diferente.

É importante frisar que se você precisa de algum tipo de adaptação especial, e fez auto escola com carros adaptados, é preciso identificar se a concessionária tem algum modelo que você possa utilizar para fazer o test drive.

Alguns itens são bem importantes quando você faz sua análise inicial, como:

Dirigibilidade;

Acessórios;

Espaço de passageiros;

Espaço de porta-Malas.

O ideal seria ficar com o veículo por uma semana antes de efetuar a compra, mas isso não é possível, então você deve aproveitar o melhor do período de test drive para conseguir ter suas impressões e decidir se o veículo avaliado é sua melhor opção.

Uma boa opção é levar toda sua família em um “passeio”. Dessa forma, você testa se o veículo consegue servir seu propósito de transporte, com espaço necessário para a utilização caso todos vocês decidam sair juntos.

Um carro com um motor audi v8 pode ser uma alternativa incrível, mas é preciso identificar se todo o resto dele está compatível com seu objetivo de compra.

Saiba o que procurar em um Test Drive

Dentre os muitos pormenores que devem ser avaliados em um test drive, alguns elementos se destacam.

O vendedor irá acompanhar o passeio, e seguirá falando os benefícios do veículo ao longo do trajeto. É importante se concentrar, entretanto, para identificar se esses itens essenciais estarão em ordem.

1. Conforto

É fundamental que você se sinta confortável dentro do veículo. Perceba se o assento do motorista te passa conforto, quais são as opções de ajustes instaladas, se os espelhos estão em posição adequada, entre outros detalhes.

O motorista também deve aproveitar para avaliar se a condução do veículo é agradável, se o volante é leve, o quanto a suspensão consegue isolar os passageiros do piso, identificando se o carro sentirá as falhas de asfalto, entre outros elementos.

O conforto é fundamental, uma vez que você passará um tempo naquele espaço para se locomover.

Alguns veículos podem vir com modificações de fábrica, como o escapamento esportivo gol. Nesses casos, é bom saber se a modificação já se encontra no test drive ou se é um opcional que só será encontrado depois da conclusão do negócio.

2. Aceleração

A aceleração do carro está diretamente ligada ao motor e a transmissão dele. É importante identificar se existe algum tipo de problema ao acelerar o carro, como barulhos ou dificuldade em encontrar a força para se locomover.

É um bom momento para identificar também sons internos e externos do carro, bem como a velocidade em que o veículo pede para a troca de marcha.

Esse tipo de avaliação é rápida, e pode evitar uma série de idas desnecessárias a um mecânico.

3. Freios

A análise ideal seria levar o veículo a um profissional, mas isso não pode ser um impeditivo para sua avaliação. Busque identificar movimentações bruscas no veículo quando está freando, além de verificar a velocidade de resposta do automóvel.

O ideal é que a frenagem seja sempre macia e gradual, não prejudicando o equipamento e nem os passageiros do carro, enquanto tem uma taxa de resposta rápida e precisa.

Você pode fazer alguns testes ao longo do percurso, tentando verificar a reação do carro tanto em freadas rápidas e bruscas quanto leves e macias.

O freio é um equipamento essencial de segurança, sendo o responsável por salvar vidas, portanto essa análise não deve ser leviana.

Um bom freio também é o responsável por manter mínima a necessidade de retocar funilaria e pintura, deixando o veículo sempre em ordem.

4. Direção

Um carro com direção mecânica sempre será mais duro de manobrar que um com direção hidráulica. É importante que ambos cheguem em uma linha tênue de similaridade enquanto o veículo está em movimento, nem tão macio nem tão duro para efetuar as manobras.

Verificar o tempo e a forma de resposta do veículo é essencial, pois identifica se são precisos reparos na direção, dando mais segurança tanto em velocidades mais elevadas quanto nas mais baixas.

É bom saber também algumas das especificações básicas do produto. O motor do veículo é um motor n20 bmw? Esse tipo de informação ajuda a definir se o automóvel é o certo para você.

É importante identificar que nem sempre estas análises serão completamente precisas, principalmente pelo tempo reduzido de análise.

Mas se você não sente completo conforto e segurança ao efetuar uma compra de um veículo, deve repensar se aquele é o carro certo para você.

Pontos de atenção na hora do Test Drive

Algumas dicas podem ajudá-lo a conseguir completar o test drive de forma mais natural, identificando mais facilmente qualquer problema que possa ser resolvido durante o processo de compra.

Uma das principais etapas é escolher o dia de fazer o test drive. Os finais de semana costumam ter longas filas de espera, além de você ter menos tempo de análise, uma vez que o período do test drive acaba sendo reduzido.

Verifique se alguns serviços básicos estão incluídos na hora da compra, para evitar passar por dores de cabeça com seu mais novo bem.

O serviço de alinhamento rodas traseiras pode ser algo a se negociar quando estiver discutindo valores e benefícios que pode ganhar.

Tente optar por um dia de semana comum, em que a concessionária estará vazia. Neste caso você acaba conseguindo realizar o teste com calma e tranquilidade, normalmente por um período mais longo de tempo e sem o vendedor tentar te apressar para voltar.

Se tiver como, leve outro motorista com você. Um colega, familiar ou cônjuge que seja habilitado para perceber as nuances do veículo que podem passar despercebidas por você.

Além de testar o banco de trás, a pessoa pode identificar algumas coisas que escapem de sua atenção.

O ideal nesse caso é que peça ao vendedor que a pessoa também faça o test drive, para que vocês possam comparar as informações e decidir se o veículo em questão é a melhor tomada de decisão no momento.

Acessórios podem ser um grande chamariz na hora de realizar um test drive, mas é preciso ficar ligado. Muitas vezes o automóvel cedido pela montadora é uma versão mais completa e muito mais cara, e é importante saber disso quando entrar no carro.

A carenagem do carro também é importante de se avaliar quando efetuamos o test drive. É importante saber os materiais incluídos no carro, para saber se, em caso de acidente, você deverá recorrer a um reparo parachoque de plastico ou outra forma de manutenção.

Pergunte ao vendedor quais equipamentos ali são considerados adicionais e podem ter um valor maior na compra.

Principalmente porque, além dos equipamentos que são visíveis ao condutor, algumas melhorias tecnológicas internas podem aparecer somente na versão do veículo que foi cedida ao test drive, apresentando uma redução de desempenho quando você estiver com o carro.

Escolher uma hora de tráfego pode ser bem chato, uma vez que você passará boa parte do passeio com o carro parado.

Mas é importante lembrar que no dia a dia você também passará por isso, portanto é interessante agendar o test drive em um momento de trânsito intenso para verificar se o carro atende sua necessidade nesse tipo de situação.

É também útil verificar, durante um período de engarrafamento, o desempenho da transmissão do carro, seja ela automática ou manual. Nesse tipo de trânsito é comum que se ande pouco, então a variação de câmbio acaba aumentando muito.

Por fim, no momento da retirada do veículo verifique todas as especificações combinadas, para que você não tenha uma surpresa quando retirar o carro.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente