Quando a pandemia do Covid-19 chegou, veio exigindo de todo o mundo, diversos cuidados para evitar a propagação da doença, e assim, superlotar os hospitais.

Todo mundo fala sobre muitos cuidados para evitar o coronavírus, mas não se lembram de falar sobre como a higiene bucal pode ajudar a diminuir a contaminação.

Como todo mundo sabe, o coronavírus exige que tenhamos cuidados extras com a nossa higiene e saúde, que envolvem:

· Uso de máscaras de proteção;

· Lavar as mãos com frequência;

· Uso de álcool gel 70° quando não é possível lavar as mãos;

· Distanciamento social;

· Quarentena.

Mas manter uma boa higiene bucal, também pode ajudar, e muito a não se contaminar. Veja como:

Com boa rotina de higiene, você precisará ir menos ao dentista

Todo mundo sabe que a ida ao dentista é extremamente importante de ser feita com certa frequência (aproximadamente a cada 6 meses ou quando houver necessidade). Porém, durante a pandemia, até mesmo os profissionais estão recomendando que apenas consultas urgentes sejam realizadas.

No consultório de dentista, os pacientes falam, ficam com a boca aberta e sem o uso de máscaras. O que faz com que as gotículas de saliva se espalhem, e possam assim, contaminar o próprio dentista ou os outros pacientes que virão depois e também estarão sem máscaras.

Mesmo com a rotina de limpeza seguida pelo local, pode acontecer a contaminação. Portanto, quando pudermos evitar de ter algum problema dental, será muito benéfico para todos.

É claro que se você tiver sintomas, não irá marcar nenhuma consulta, porém nem sempre os sintomas aparecem, e você pode, da mesma maneira, aumentar a propagação da doença. Por isso, mantenha todos os cuidados diários, e mantendo boa higiene bucal, você evitará problemas como gengivite, cáries e tártaros.

Alguns dos cuidados básicos que você deve ter com a sua boca

· Boa escovação, com aproximadamente 2 minutos e meio de duração;

· Trocar a escova de dentes a cada 3 meses ou quando apresentar defeitos nas cerdas;

· Escovar os dentes ao acordar, após as refeições e antes de dormir;

· Lavar e secar bem a escova, após utilizar;

· Utilizar fio dental em todos os dentes;

· Utilizar enxaguante bucal, depois de realizar a limpeza;

· Evitar alimentos abrasivos, como bebidas ácidas (refrigerantes e energéticos);

· Beber aproximadamente 2 litros de água ao dia;

· Evitar alimentos ricos em açúcar.

Escovar os dentes com frequência, ajuda a prevenir contra o vírus

Quando fazemos a escovação correta, a boca é limpa e assim, evitamos a formação de um ambiente propício, tanto para o desenvolvimento do vírus, como para qualquer outro problema bucal.

Portanto, lembre-se de escovar os dentes e a boca principalmente ao acordar, depois do almoço, e antes de dormir. A noite é o tempo que ficamos mais tempo sem higienizar a boca, por isso a limpeza deve ser caprichada.

Utilizar enxaguante bucal, sem excesso, também irá ajudar.

Nunca compartilhe a escova de dentes

A escova de dentes é portadora de inúmeros vírus e bactérias que existem em nossa boca. Você não deve compartilhar a sua nem com as pessoas mais próximas, elas são de uso pessoal e intransferível.

Além de não compartilhar, você deve guardá-la em local protegido, como em protetores de escova e estojos. Eles evitarão que as cerdas encostem em outra escova, e acabem assim, se contaminando.

Não coloque a mão na boca

Tanto a mão, quanto objetos (caneta, chave...) são coisas que algumas pessoas tem o hábito de colocar na boca. Mas esse tipo de hábito, pode fazer com que você se contamine com o Covid-19.

As mãos estão em constante contato com tudo que fazemos, e contaminam tudo que utilizamos, como os celulares, computadores, maçanetas e etc. Por isso, tomar esse cuidado é essencial para você.

Troque a escova de dentes com frequência

A recomendação é que devemos trocar nossa escova a cada 3 meses, ou quando as cerdas estiverem danificadas.

Mas uma coisa que muita gente não sabe, é que após logo após ficar doente você deve trocá-la também. Durante a pandemia não seria diferente, vale a pena ter atenção e cuidados extras com esse objeto tão pessoal!

Também é válido desinfetar essa ferramenta com frequência. Isso pode ser feito com vinagre e bicarbonato de sódio, antisséptico bucal e, por último, com água fervente. Esses passos ajudarão a manter a qualidade da escova por mais tempo.

Evitar dar beijos

Como a boca é foco de diversos vírus e bactérias, o beijo é um grande agente de transmissão. Por isso, em épocas como o momento atual, é necessário evitar esse tipo de demonstração de afeto.

Como você percebeu, são alguns cuidados simples e fáceis que irão ajudar você a ficar longe do coronavírus, e manter a sua saúde bucal em dia durante a pandemia. Tenha calma e paciência, logo tudo irá passar, e beijos estarão liberados!

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente