A Diretoria da autoridade saudita para cidades industriais e zonas tecnológicas (MODON) visitou o Porto do Rio de Janeiro na segunda-feira (14), em missão comercial. A delegação foi recepcionada pelo diretor de Relações com o Mercado e Planejamento da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Jean Paulo Castro e Silva, além de membros de sua equipe e dos superintendentes do Porto do Rio de Janeiro e da Guarda Portuária.

Em busca de oportunidades de negócios no Brasil, o diretor-geral da MODON, Khalid AlSalem, fez uma breve explanação sobre a autoridade saudita, que é responsável pelo planejamento, desenvolvimento, operação e supervisão das cidades industriais da Arábia Saudita. Disse ainda aos presentes que eles oferecem uma gama de incentivos, serviços integrados e infraestrutura logística de ponta para seus parceiros.

O diretor da CDRJ, Jean Paulo, explicou aos visitantes estrangeiros como funciona o setor portuário no Brasil e, em seguida, o gerente de Planejamento e Desenvolvimento Portuário, Eduardo Miguez, fez uma apresentação sobre os Portos do Rio de Janeiro e Itaguaí, abrangendo as características dos terminais arrendados, as áreas disponíveis para arrendamento, dados sobre movimentação de carga e comércio exterior.

Durante a palestra, Miguez também falou os projetos em curso para receber navios de maior porte no Porto do Rio de Janeiro, tais como a nova sinalização do Canal de Cotunduba, a expansão e a dragagem do Cais da Gamboa e a implementação do calado dinâmico. Os sistemas de controle de acesso terrestre e aquaviário como o VTMIS, que está em fase de implantação, também foram citados.

Antes da visita ao cais do Porto do Rio de Janeiro para ver as instalações portuárias in loco, os diretores da MODON conheceram também o Centro de Comando e Controle de Segurança Portuária (CCCSP), onde aconteceu o encontro.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas