Segundo alguns estudos científicos, todos nós temos uma fase de “amnésia infantil”, isto é, nós não nos lembramos de muitos acontecimentos de nossos primeiros anos de vida. Geralmente, as memórias começam a aparecer a partir dos 3 anos de vida, mas é sim possível lembrar cenas anteriores se elas forem muito marcantes.

Apesar dessa dificuldade de lembrar os primeiros anos de nossas vidas, muitas pessoas recordam, por exemplo, de quando aprenderam a andar de bicicleta, quando amarraram o tênis pela primeira vez, etc.

Se você tentar se lembrar de seus primeiros anos de vida, talvez se recorde de outros momentos importantes, como a vez em que você foi autorizado a sentar na mesa dos adultos para comer e não precisou mais sentar naquela mesa baixinha, de cadeiras também menores.

E por falar nas cadeiras para crianças, é válido observar que elas não são meros detalhes da decoração infantil, aliás, pelo contrário, elas são importantes para a criança aprender a ter uma boa postura na mesa e são essenciais para os momentos de refeição em família.

Importância das cadeirinhas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a amamentação seja o alimento exclusivo dos bebês por, pelo menos, 6 meses. Segundo alguns estudos, essa alimentação deveria durar por, pelo menos, 2 anos e meio.

Como sabemos, não é isso o que acontece em muitos países, sobretudo por questões socioculturais que fazem com que as mulheres deixem de amamentar de forma mais rápida e passem a alimentar os bebês com as comidas sólidas.

Diante desse cenário de colocar os bebês para comerem alimentos sólidos mais cedo, as cadeirinhas para as refeições se tornam imprescindíveis e muito comuns na mobília de uma casa.

Evitar acidentes

E essa alimentação na cadeirinha deve ser incentivada, primeiro porque as crianças são colocadas para comer sentadas, o que evita acidentes como os de afogar ou engasgar com a comida ou mesmo com os líquidos.

Significado das refeições

Além disso, ter um cantinho apropriado para as refeições faz com que a criança entenda que esse é um momento importante de reunião e que a comida deve ser preparada e consumida com calma e atenção.

Nesse momento, os pais e responsáveis também devem ajudar na socialização da criança, isto é, perguntar como foi o dia dela, ouvir as histórias que ela tiver para contar e construir uma relação de diálogo.

Itens básicos de segurança da cadeirinha

Existem diversos modelos de cadeirinhas para as refeições das crianças disponíveis no mercado. E, antes de escolher um modelo específico, é necessário se atentar para alguns itens de segurança.

Então, por exemplo, é melhor não escolher aqueles modelos “dobráveis”, pois as crianças não têm tanta estabilidade e equilíbrio e podem acabar caindo. Travas de segurança também são indispensáveis para manter os pequenos estáveis nos assentos.

Também é importante observar se existem arestas que podem cortar ou machucar as crianças.

Quais os modelos considerar

O mercado brasileiro já possui diversos modelos de cadeirinhas para as crianças fazerem as refeições. Para escolher o melhor modelo, os pais devem se atentar para os itens de segurança, mas também considerar as características da própria mobília para decidir qual o modelo.

Cadeiras com pés curtos

Antigamente, o mercado não oferecia tantas opções de cadeiras para as crianças e o máximo que acontecia era alguns carpinteiros fazerem mesas e cadeirinhas do tamanho adequado para as crianças.

Apesar do conjunto ficar inutilizado à medida que a criança cresce, esta continua sendo uma boa opção, por exemplo, para quem tem mais de uma criança em casa e quer reunir a garotada para comer junto.

Cadeiras de pés longos

Esta é uma boa opção para quem não quer gastar com uma mesa e um conjunto de cadeiras somente para as crianças. Os pés mais longos permitem que as crianças sentem junto com os adultos na mesa e, com isso, os pais e responsáveis poderão acompanhar as refeições das crianças.

Modelos portáteis com regulagem de altura

Diversos modelos de cadeirinha infantil são portáteis e têm regulagem de altura. Nestes caso, as cadeirinhas são desmontáveis e se os pais vão viajar ou almoçar fora, por exemplo, eles podem levar a cadeirinha da criança junto.

Outro benefício é poder ajustar a altura da criança com relação à mesa. Ou seja, se a pessoa vai trocar de mobília, por exemplo, os pais podem simplesmente adequar a altura das crianças sem muitos problemas.

Cadeirinha com bandeja

Muitos modelos de cadeirinha têm uma bandeja disponível para que as crianças colocarem seus pratos e copinhos de água ou suco. Com isso, a altura da cadeirinha não precisa ser necessariamente igual à da mesa dos adultos e, no entanto, os pais e responsáveis podem ficar de olho nas crianças.

São diversos os modelos para as mais diferentes necessidades, mas o importante é priorizar a segurança das crianças e mantê-las por perto sempre que estiverem fazendo uma refeição.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente