Levantamento da Ticket Log revela queda nos preços da gasolina e alta para o GNV em todo o País

 

Base de dados do preço médio em postos credenciados aponta baixa de 2,68% no litro da gasolina; enquanto o GNV registra alta de 3,41%

 

Os cortes de preços nas distribuidoras refletiram em queda no preço dos combustíveis nos postos brasileiros, em novembro, é o que revela o Índice de Preço da Ticket Log (IPTL). A exceção foi o Gás Veicular Natural (GNV), que registrou alta de 3,41% na média de todo o País.

 

“Com atualização do custo do gás anunciado pela Petrobras, temos observado um período de alta no preço do GNV. O combustível que apresentava variações de baixa nos meses anteriores, não registrou queda em nenhum Estado, em novembro, e foi vendido a R$ 3,126, ante a média de R$ 3,023, do mês anterior”, explica o Diretor-Geral de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau.

 

Em novembro, a gasolina não apresentou alta em nenhum Estado da federação, com o litro vendido a R$ 4,721, valor 2,68% menor que o do mês anterior. No Amazonas, o preço manteve-se estável e no Distrito Federal a redução chegou a 6,12%, a baixa mais significativa registrada para o combustível.

 

O Acre segue liderando o ranking brasileiro com o litro da gasolina mais caro, comercializado a R$ 5,05, ante R$ 4,299 de Santa Catarina, o menor valor registrado para o combustível na média de novembro.

 

O etanol também apresentou redução, com o litro vendido a R$ 3,523, ante R$ 3,542 da média de outubro. Na Bahia a baixa chegou a 6,51%, onde o litro passou de R$ 3,562 para R$ 3,330.

A análise do IPTL revela ainda que o combustível é 22% mais barato no Sudeste quando comparado ao Norte. Em São Paulo, por exemplo, está o valor médio mais baixo do etanol no Brasil, com a média de R$ 2,774, ante R$ 4,29 de Rondônia, o mais caro do País.

 

Já a média de valores do litro do diesel registrou queda de 1,60%. O maior valor comercializado foi no Amapá, a R$ 4,45 o litro. Neste mesmo Estado é encontrado o maior valor médio para o diesel S-10, R$ 4,68.

 

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que traz grande índice de acerto, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com 25 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras a fim de simplificar os processos diários.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

"*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website"

  escreva corporativas