• A longa história de Temer em Santos e os vagões ferroviários "fantasmas"

    Mar de lama da classe política chega ao Porto de Santos e compromete Grupo Rodrimar; Michel Temer já dominou as indicações à Codesp; alemães estudam criação de vagões ferroviários autônomos e com propulsão própria; Índia adotará energias renováveis em seus 12 portos públicos; Placar da Demurrage do Porto de Aratu

    vagaoautonomo

  • Auditoria para atender ao Siscoserv

    A Receita Federal já vem intimando empresas a prestarem esclarecimentos sobre a falta de registros e seus registros conflitantes relacionados ao Siscoserv. Isso acontece porque muitas empresas ainda possuem dúvidas sobre como atender a esta obrigação, que este ano completa 5 anos, sem que ela seja conhecida totalmente nas empresas.

  • Brasil não quer crescer?

    Em recente atividade, na capital paulista, a confederação (CNTU) que reúne engenheiros, odontologistas, nutricionistas, farmacêuticos e economistas colocou em debate um tema crucial ao Brasil: que país queremos e precisamos rumo ao Bicentenário da Independência, em 2022.

  • Brasil no caminho certo

    Para Milton Lourenço, presidente da Fiorde Logística Internacional e diretor do Sindicato dos Comissários de Despachos, Agentes de Cargas e Logística do Estado de São Paulo (Sindicomis), se o Brasil não precisa se preocupar muito com o futuro do seu agronegócio, pois, ainda que tenha havido declínio nos preços internacionais das commodities, a demanda chinesa afigura-se como inesgotável, é absolutamente necessário ao País abrir mercados para os seus produtos manufaturados e buscar uma nova relação com o mundo. "Isso ficou claro depois que a presidente Dilma Rousseff, em seu segundo mandato, admitiu, de maneira implícita, que em sua política comercial anterior que misturava ideologia com comércio residiu boa parte do fracasso de seu primeiro governo, gerando uma “herança maldita” para si mesma", diz o empresário.

    Para ele, é de se reconhecer que esse mea-culpa presidencial já deu bons resultados, pois, em 2015, a participação dos manufaturados no volume total das exportações subiu de 35,5%, em 2014, para 38,1%, alcançando o patamar de 2013 (38,4%), embora ainda distante daquele registrado em 2007 (55%). E que, para 2016, espera-se um superávit superior a US$ 35 bilhões. Mas é preciso mais, reivindica Lourenço. E acrescenta: "Por isso, espera-se com ansiedade a desconstrução da rivalidade entre Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela) e Aliança do Pacífico (México, Peru, Colômbia e Chile) que marcou a atuação dos últimos governos de Brasil e Argentina, apesar da má-vontade do governo venezuelano, que insiste em manter a velha postura. Da parte do Brasil, já houve avanços significativos com a formalização de vários acordos de investimentos com Colômbia, México e Chile. E o novo governo argentino parece seguir no mesmo sentido."



  • Brasil tem desafio de gerar empregos e melhorar infraestrutura nos portos

    Brasil precisa trabalhar o conceito de porto-indústria para gerar mais empregos nas regiões portuárias e acelerar o desenvolvimento econômico do País; sururu no ambiente interno da Santos Brasil após anúncio de investigação do Ministério Público; Cabedelo inicia reuperação de importante berço em seu cais e outras notas

    horizonte porto

  • Conhecimento de Embarque

    Conhecimento de embarque é o documento emitido por conta do transportador, descrevendo-se o tipo e quantidade de mercadorias embarcadas, e mencionando o embarcador, o consignatário, os portos (aeroportos) de embarque e descarga, o nome do navio (avião) transportador e o valor do frete. Deve ser assinado pelo comandante (capitão) do navio ou avião ou preposto expressamente autorizado para tanto, admitindo o recebimento das mercadorias descritas a bordo do navio ou avião mencionado, em boa ordem e condições, no local ou porto mencionado, com a obrigação de entregá-las, no porto ou local de destino mencionado, nas mesmas condições recebidas, ao consignatário nomeado ou o portador do conhecimento de embarque, mediante o pagamento de um frete.

  • Conhecimento de Embarque Marítimo (Bill of Lading)

    O conhecimento de embarque,conhecimento de transporte ou bill of lading, é o documento maisimportante da navegação e um dos mais importantes do comércio exterior. É umdocumento de emissão do armador, podendo ser assinado pelo comandante do navio,bem como pela agência marítima representante do armador, em seu nome.

  • Curso de câmbio e operações com mercado externo

    O Centro Internacional de Negócios da Federação Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) realiza de 23 a 25 de outubro o curso de Câmbio e Operações com o Mercado Externo.

  • Globalização

    A Globalização foi um conjunto de transformações nos âmbitos econômicos, sociais, culturais e políticos que marcou uma nova ordem mundial e a ascensão do modelo econômico capitalista.

  • Governo Federal anuncia uma boa e depois uma má notícia ao empresariado brasileiro

    Acidentes são comuns no interior de SP

    Recentes anúncios do Governo Federal criam um cenário inevitável e fazem com que a coluna Radar Global abra esta edição com um clichê muito utilizado por humoristas: temos uma notícia boa e uma ruim para dar ao empresariado brasileiro

    log

  • Governo Federal lança DU-E; início contempla exportações via transporte aéreo

    Para reduzir prazos e custos e aumentar a competitividade dos produtos brasileiros no exterior, o MDIC lançou no final da última semana o Novo Processo de Exportações do Portal Único do Comércio Exterior, também conhecido como DU-E.

  • Ironicamente, Chile e Argentina não falam a mesma língua no comércio

    Após registrar em 2016 o menor índice de movimentações comerciais das últimas três décadas, Argentina e Chile buscam se reaproximar. Afinal, causa espanto que dois territórios vizinhos e que têm o mesmo idioma não consigam, ironicamente, "falar a mesma língua"

    chile arg capa

    antonina expansao

  • Ministro da Bélgica participa da abertura da Intermodal na tentativa de intensificar negócios com o Brasil

    Os interesses econômicos de Flandres no Brasil são grandes. A região é a mais importante importadora europeia de sucos de frutas do Brasil, além de se posicionar como o porto de entrada de outros produtos nacionais

  • Mudanças nas regras do AFRMM e a ousadia dos vizinhos sul-americanos

    São duas importantes alterações nas regras. A primeira diz respeito à inclusão da importação de mercadorias desembarcadas nos portos do Norte e Nordeste. A outra mudança é que os recursos arrecadados não serão mais exclusivamente investidos na Marcinha Mercante e na indústria naval brasileira

    camara insecao

  • Novas tecnologias, ousadia e a voz do povo nos portos do exterior

    A implantação de novas tecnologias para a eliminação de processos é o grande trunfo para reduzir custos nos negócios do setor de navegação

    sandiegoport

  • O OEA como transformador no processo aduaneiro e no desempenho logístico

    Com foco em confiabilidade, segurança, conformidade e aplicação de gestão de riscos, o OEA vem convocar toda a comunidade, ou melhor dizendo, os intervenientes que atuam no comércio exterior, para firmar uma parceria, uma aliança para atuar em conjunto (Estado, iniciativa privada e profissionais) no combate ao terrorismo, ao crime organizado e às operações fraudulentas, a concorrência desleal em benefício da segurança da cadeia logística e de toda a sociedade

  • O que são os Canais de Parametrização?

    Os canais de parametrização são a forma de análise criada pela Secretaria da Receita Federal - SRF mediante o despacho aduaneiro, ou seja, uma vez registrada a Declaração de Importação e iniciado o procedimento de despacho aduaneiro, a DI é submetida a uma análise fiscal e selecionada para um dos canais de conferência. Tal procedimento de seleção recebe o nome de parametrização.

  • Os impactos da expansão do canal do Panamá no setor de navegação

    Os impactos da expansão do canal do Panamá no setor de navegação

    O Canal do Panamá nasceu da necessidade de se tornar o transporte de cargas da Costa Leste para a oeste mais rápida e barata, já que antes de sua construção a única maneira de se fazer era pelo extremo sul da América, uma viagem de 15 mil quilômetros de distância.

  • Porto de Santos agiliza talentos logísticos

    O Porto de Santos (SP) lançou, recentemente, um programa de capacitação ao seu corpo técnico, em diversas áreas afetas à gestão portuária, em parceria com o portal de logística Portogente. Ao ampliar essa iniciativa aos colaboradores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), em sintonia com os seus interesses, objetivos e estratégias, vai contemplar todo o seu setor portuário. Sem dúvida, um passo inovador e fundamental para a produtividade do capital.

    Portogente é hoje o maior e mais acessado portal de transportes e logística do Brasil, com alcance internacional, e conta com mais de 83 mil alunos inscritos. Seus cursos ministrados online, por meio de plataforma avançada permite ao aluno acesso aos conteúdos, tirar dúvidas, participar de bate-papos e de fóruns, receber orientação e ser avaliado em quaisquer hora e local. Detalhes que fazem a diferença nos dias de hoje.

    O comércio global e a globalização são determinantes de centenas de variáveis, entre as quais a maneira de fazer comércio. Encolher o tamanho do mundo, aumentando a velocidade ou a capacidade dos navios, é um modo de tornar mais ágil a cadeia de suprimentos. Em suma, reduzir ao mínimo o tempo em que o capital de giro fica atrelado a mercadorias em trânsito.

    Aumento dos navios e consequente demanda de maior velocidade dos portos e terminais resultam em pressão nos custos operacionais e dos investimentos. Ante esse cenário de mudanças, a primeira tarefa da administração é definir quais os resultados esperados do empreendimento a seus cuidados.

    A recem empossada diretoria do Porto de Santos ao profissionalizar a gestão da empresa, ao investir na motivação, satisfação e produtividade das pessoas, demonstra que, lembrando Peter Drucker, o meio de produção é o conhecimento. Ao tratar os custos de mão obra como investimento, a Codesp produz resultados para modificar a sociedade. Exemplo de administração a ser seguido.

  • Rotterdam celebra avanços e portos brasileiros insistem em erros primários

    Porto de Rotterdam segue firme como principal porta de entrada e saída de produtos da Europa; investimentos nos portos brasileiros cada vez mais presentes nas investigações de ilegalidades políticas; Porto de Itajaí sofre com fortes sequências de chuvas

    rotterdam

     

    chuvas itajai