• Digitalização das operações no transporte marítimo

    A digitalização das informações no processo de movimentação de cargas garante maior segurança em escala das operações, acelera o desenvolvimento de novos negócios e reduz custos, eliminando intermediadores e possíveis fraudes

  • Porto sem Papel: desburocratização e agilidade?

    O PSP, apesar de manter os mesmos procedimentos junto aos órgãos anuentes a as agências marítimas e armadores, foi incontestavelmente, destacado durante o painel reflexivo da Conferência como, um dos principais sucessos do setor portuário

  • TUPs terão Porto Sem Papel

    O Porto sem Papel (PSP), implantado a partir de 2011 em 35 portos públicos para desburocratizar os procedimentos de estadia dos navios nos portos brasileiros, passará a beneficiar os Terminais de Uso Privado (TUPs), a começar pelo de Chibatão e Super Terminais, em Manaus (AM).