Com apenas parte das obras concluídas, as operações foram iniciadas em 14 de maio de
1932, com os objetivos modificados. Assim, na ocasião, as movimentações principais
consistiam em importações de carvão e madeira. Desde 1970 o porto passou a ser
prioritariamente exportador de produtos da Companhia Siderúrgica Nacional e importador de
trigo. O Decreto nº 77.534, de 30 de abril de 1976, extinguiu a concessão outorgada ao
governo estadual, passando a administração à Companhia Docas do Rio de Janeiro. Em
5/11/98, o porto foi totalmente arrendado, na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, para o
consórcio Angraporto, constituído pelos seus principais usuários, sob a Autoridade Portuária -
Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), por 25 anos.

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente