Com o veto ao dispositivo que limitava a realização de concursos públicos no Brasil, feito em agosto deste ano pelo presidente Michel Temer (MDB) ao sancionar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, é grande a expectativa para o acolhimento do pedido de processo seletivo pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A solicitação para realizar o certame foi feita pela agência reguladora com o objetivo de suprir o déficit de seu quadro efetivo, que hoje é de 731 profissionais, ou seja, somente 57,1% dos postos de trabalho estão ocupados. O concurso, a princípio, irá oferecer 379 vagas para níveis médio e superior. As remunerações estabelecidas variam de R$ 5.689,52 a R$ 18.990,47 e também são oferecidos os benefícios de auxílio-alimentação (R$ 458,00) e de auxílio-creche (R$ 321,00) - este último para quem tem filhos -, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

antt brasilia
Sede da ANTT em Brasília

No momento, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão é a pasta responsável por autorizar concursos públicos. No entanto, a estrutura deverá ser incorporada ao Superministério da Economia, cuja criação foi anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O comando da pasta estará com o liberal Paulo Guedes, o "Posto Ipiranga" do vencedor das eleições presidenciais. Resta saber se ele irá liberar o certame, já que vem anunciando a intenção de cortar despesas e adiar o reajuste dos salários dos servidores públicos de 2019 para 2020.

Leia também
* Mais Bolsonaro e menos Paulo Guedes
* Equipe de Bolsonaro é apresentada à infraestrutura de transportes do Brasil

As vagas são para os cargos de Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (198 vagas), Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (60), Analista Administrativo (35) e Técnico Administrativo (86). O último concurso público da ANTT foi realizado em 2013. Na ocasião foram disponibilizadas 135 vagas para níveis médio e superior, incluindo graduados em cursos como Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Comunicação Social, Estatística e Economia.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s