Trabalhadores da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), empresa pública que administra o importante Porto de Vitória, estão em greve por 48 horas. O movimento teve início às 7 horas de terça-feira, 18 de setembro, e tem previsão para ser encerrado no mesmo horário de quinta-feira (20). A greve foi determinada pelas seguintes entidades: Sindicato Unificado da Orla Portuária (Suport-ES), Sindicato da Guarda Portuária (Sindguapor-ES) e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários (Aquasind).

suport greve vitoria
Trabalhadores mobilizados em um dos portões da Codesa - Foto: Divulgação/ Suport-ES

 

As operações nos portos públicos administrados pela Companhia estão paralisadas pois não há amarradores disponíveis para o trabalho. Conforme informações da assessoria de comunicação da Codesa, duas embarcações estão retidas sem possibilidade de desatracação. Apenas os terminais arrendados funcionam normalmente.

De acordo com a representação dos sindicatos, a atitude foi tomada para reivindicar a reposição de perdas salariais, conforme as cláusulas econômicas do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). Essa é a única cláusula pendente no ACT 2017-2019, que já está assinado.

A direção da Codesa, representada pelo diretor-presidente em exercício Guilherme Fernandes Magalhães, publicou em seu site oficial a contraproposta feita pela empresa ao termo aditivo de acordo coletivo com a categoria. O texto ressalta que o acordo permitirá ganhos na relação de trabalho e permite aos portuários "olhar para frente com a certeza de que com trabalho conjunto encontraremos o suporte econômico para ganhos cada vez maiores".

A contraproposta oferece reajuste salarial de 2% a ser aplicado ao salário base vigente em maio de 2017, retroativo a 31 de dezembro do último ano, e de mais 1% a ser aplicado ao salário base de maio de 2018, retroativo ao mês de junho, ambos com reflexos nas demais cláusulas sociais e econômicas do ACT 2017-2019.

A decisão de greve foi tomada em assembleia da categoria no último dia 31 de agosto e os portuários estão em estado de greve desde o dia 18 de junho.

codesacarta01

codesacarta02

codesacarta03

codesacarta04

codesacarta05

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s