Existe um debate antigo em relação aos aspectos positivos e negativos relacionados aos impactos econômicos dos grandes eventos esportivos. Na maior parte das vezes, o principal ponto de discussão costuma ser relacionado ao real custo-benefício do país anfitrião hospedar um espetáculo desse porte.

600 Cerimonia Olimpiada PgCerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Foto: Agência Brasil

A resposta para esse dilema é clara. Ao realizar um estudo de caso de alguns dos melhores exemplos disponíveis, é possível descobrir que, se forem realizados da maneira correta e diligente, esses eventos podem aquecer diversos setores da economia e proporcionar um legado benéfico e duradouro.

600 London estádio PgEstádio Olímpico de Londres passou a ser utilizado pelo West Ham United F.C após os Jogos. Foto: EG Focus

Impactos econômicos positivos superam possíveis problemas
Com uma boa gestão dos recursos e o uso do orçamento de uma maneira responsável para renovar e ampliar instalações existentes, a tendência é que os impactos econômicos de grandes eventos esportivos sejam positivos. É o caso dos Jogos Olímpicos de Londres e de Barcelona.

Durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, mais de 30.000 pessoas trabalharam no Parque Olímpico e na Vila Olímpica e foram criados mais de 100.000 empregos de maneira direta e indireta na cidade.

O governo britânico anunciou que a economia do Reino Unido teve um ganho aproximado de 10 bilhões de libras (34 bilhões de reais) como resultado direto das Olimpíadas e previu que até 2020 o impacto econômico seria de até 40 bilhões de libras (135 bilhões de reais).

Diversas construções também ganharam novos fins. É o caso do Estádio Olímpico de Londres, que agora é usado pelo West Ham e da Vila Olímpica, que foi convertida em moradias acessíveis para a população londrina.

600 Barcelona VilaOlimpicaVila Olímpica de Barcelona foi transformada em bairro residencial após o espetáculo.
Foto: German Ramos/Public Domain

Já Barcelona é considerada o maior legado olímpico da história e uma referência para qualquer cidade que receba os Jogos. As principais mudanças positivas após o grande evento envolveram diversas transformações e o uso contínuos das novas construções.

Os destaques ficam por conta da transformação da Vila Olímpica em um dos melhores bairros residenciais da cidade, do uso contínuo do Palau de Sant Jordi e do Porto Olímpico para novas competições esportivas e grandes shows e da ampliação do Aeroporto de El Prat.

Outro grande benefício relacionado aos Jogos foi a recuperação das praias e oceanos de Barcelona, que hoje em dia são considerados alguns dos melhores destinos turísticos internacionais e atraem milhões de turistas todos os anos.

Eventos de menor porte também promovem benefícios
Competições e eventos esportivos de escalas menores também podem trazer benefícios significativos para os países e esses aspectos positivos são ainda mais exacerbados no caso de nações com uma economia voltada para o turismo.

É o caso das Bahamas, cujo setor de turismo responde por mais da metade do produto interno bruto (PIB) e emprega cerca de metade da força de trabalho. Somente em 2016 o país recebeu mais de 3 milhões de turistas nos seus diversos destinos turísticos e vários motivos fazem com que esse número não pare de crescer.

Um deles é a realização de diversos eventos esportivos. Por exemplo, nos últimos meses o país recebeu o PokerStars Players Championship (PSPC). Um torneio que contou com mais de mil competidores, inúmeros espectadores e teve a estrela em ascensão Ramón Colillas como o grande vencedor.

600 Ration PgInsert Image Here: Créditos da imagem: Neil Stoddart © Rational Intellectual Holdings Ltd

Ainda que os efeitos sejam sentidos em uma escala consideravelmente menor devido ao tamanho do evento, assim como aconteceu com a economia de Londres e Barcelona com as Olímpiadas, o PSPC contribuiu para o aquecimento da economia e trouxe um impacto econômico positivo para o turismo da região onde foi realizado.

Impactos econômicos no Brasil e lições para eventos no futuro
Ainda é cedo para falar sobre quais seriam todos os impactos econômicos da Copa do Mundo e das Olímpiadas no Brasil, mas já é possível afirmar que esses eventos proporcionaram um aumento considerável no número de turistas no país.

Outro ponto positivo foi um aumento claro no interesse da população pelas diversas modalidades esportivas, um fato que proporcionará diversos efeitos benéficos no futuro do esporte no Brasil.

Existem diversos aspectos positivos e negativos relacionados a eventos esportivos de médio e grande porte, mas as principais lições para que os seus benefícios sejam maximizados são o foco na reforma de infraestruturas de transporte cruciais, a reutilização de instalações após a competição e um bom aproveitamento do setor turístico.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s