O Brasil caiu do 59º para o 79º lugar no ranking dos países mais preparados para lidar com grandes mudanças e acontecimentos como desastres naturais e tendências demográficas, econômicas, sociais e tecnológicas. A conclusão é do relatório Índice de Prontidão para Mudanças - Change Readiness Index (CRI) -, realizado pela rede global de auditoria, tributos e serviços KPMG.

No estudo classificou 136 países de acordo com três critérios: empreendedorismo, governo, pessoas e sociedade civil. O Brasil apresentou melhoras apenas em pessoas e sociedade civil. Nos demais houve uma queda nos índices, principalmente quanto à capacidade do governo.

O índice é baseado na análise de dados de fontes originais e de 1.400 especialistas, além de fontes secundárias como o Fórum Econômico Mundial, o Fundo Monetário Internacional do Banco Mundial e as Nações Unidas.

Os países europeus conquistaram sete dos dez primeiros lugares no ranking do CRI de 2017, mostrando uma grande capacidade de enfrentar os desafios colocados para aquela região. A Suíça assumiu o primeiro lugar e a Somália, o último.

 

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s