Fenômeno mundial que ganhou força nas últimas eleições brasileiras, em 2018, as notícias falsas, ou fake news, serão alvo de investigação no Congresso Nacional por 180 dias.

Foi instalada, no dia 4 de setembro último, Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News. A comissão terá 180 dias para investigar a criação de perfis falsos e ataques cibernéticos nas diversas redes sociais, com possível influência no processo eleitoral e debate público. A prática de cyberbullying contra autoridades e cidadãos vulneráveis também será investigada pelo colegiado, assim como o aliciamento de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio.

fakeImagem do Freepik.

A intenção, segundo os parlamentares, é descobrir quais são os focos da produção em larga escala de notícias falsas para combatê-las. "Nós vemos a cada dia famílias sendo atingidas por notícias falsas e precisamos dar um basta nisso e descobrir quais são os focos desta indústria de fake news que abala a democracia brasileira. Esta é uma comissão suprapartidária e espero contar com todos os pares para que a gente possa dar essa resposta a nossa sociedade", afirmou o senador Ângelo Coronel (PSD-BA), eleito presidente da CPMI.

* Com informações da Agência Senado



Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website