Se você é uma dessas pessoas que já se perguntou “o que é sonhar com escorpião”, ou, até mesmo, “o que é sonhar com um avião caindo”, você está no lugar certo. Aqui neste artigo iremos falar um pouco mais sobre os sonhos e sobre as maneiras de identificar significados reais em sonhos.

O que é o sonho?

Antes de falarmos sobre as formas de identificar significados reais em sonhos, vamos falar sobre o que é o sonho. A palavra é derivada do latim somnium, representa um conjunto de imagens e sons, os quais são considerados, metaforicamente, um desejo, um devaneio ou uma fantasia.

O que é um sonho para a psicologia?

Já na psicologia, existem dois possíveis significados estabelecidos para o sonho, um por Carl Jung, e outro por Sigmund Freud e, neste tópico iremos entender um pouco melhor sobre os dois.

Para Freud

A princípio, para Freud, o sonho é uma metáfora do “eu”, porque ele mostra, através de símbolos e imagens, informações que, se chegassem até nós de maneira consciente, causariam fortes impactos em nossa vida. Para ele, no sonho são ditas as verdades, os segredos e os conceitos vergonhosos que temos a nosso próprio respeito.

Nesse caso, podemos concluir que o sonho tem sim um caráter um tanto quanto informativo e, provavelmente, fala sobre desejos ou medos de realização.

Além disso, existem quatro elementos que Freud considera para que os sonhos sejam compreendidos, sendo eles:

  • Condensação: vários elementos se combinam em uma só ideia;
  • Deslocamento: um aspecto pode ganhar menos importância que outro e, assim, passar despercebido;
  • Simbolismo: os sonhos surgem cheios de metáfora;
  • Dramatização: fragmentos do sonho são transformados em cenas.

Para Carl Jung

Por outro lado, para Carl Jung, os sonhos são, simplesmente, ideias desorganizadas que a mente tenta organizar da melhor maneira possível, ou seja, é o nascimento do pensamento.

Essa diferença existente entre os sonhos faz com que as maneiras de interpretação de um sonho sejam diferentes, levando em consideração aspectos diferentes e variados, os quais veremos em um dos tópicos a seguir.

Quais são os quatro tipos de sonho?

Além dessas diferenças no conceito de sonho, existem também diferenças relacionadas aos tipos de sonhos, os quais são divididos em quatro e foram desenvolvidos de acordo com as ideias de Carl Jung.

O primeiro tipo de sonho é aquele baseado na realidade, ou seja, pautado em um acontecimento já vivido, onde a parte consciente se sobrepõe ao inconsciente.

O segundo tipo de sonho é uma divergência entre o consciente e o inconsciente, enquanto o terceiro é definido pela tentativa de modificar a parte consciente pela inconsciente, onde a parte inconsciente tenta influenciar na memória.

O quarto e último tipo de sonho é aquele que vem do inconsciente, como se fosse uma mensagem das nossas próprias profundezas, tentando fazer com que a gente fique atento a uma determinada questão.

Como identificar significados reais?

Agora que já entendemos o que é um sonho e quais os tipos, vamos entender melhor sobre como identificar significados reais em nossos sonhos, confira.

Temos em mente que todo sonho tem algum tipo de significado, no entanto, a dúvida surge ao tentarmos interpretar, descobrir a mensagem por trás dele e identificar se são reais ou não. É claro que existem alguns temas mais comuns que outros, porém, os sonhos são únicos, assim, cada um possui um significado diferente.

Podemos dizer que interpretar um sonho é uma forma de adquirir amadurecimento e evoluir em relação ao autoconhecimento, a inspiração e, até mesmo, a lidar melhor com as emoções. O que acontece, no entanto, é que nem todo sonho pode ser interpretado por nós mesmos, já que algumas vezes, acabam gerando um nível de complexidade alto e, neste caso, somente com ajuda profissional será possível fazer a interpretação.

No entanto, para identificar se um sonho é real ou não, existem alguns fatores que podem ser levados em consideração, como, por exemplo, a repetição, a aparição de pessoas que já morreram, a consciência sobre o sonho e o poder de decidir algumas situações dentro dele.

Vale destacar ainda que, normalmente, os sonhos considerados verdadeiros ocorrem nas últimas duas ou três horas de sono, que é quando entramos em um nível de relaxamento profundo, e com o corpo descansado.

Além disso, quando as sensações parecem reais nos sonhos, damos o nome de sonho lúcido e, nesse caso, há grandes chances do indivíduo conseguir manipular o conteúdo do sonho. Neste sonho, todos os elementos são amplificados, e isso faz com que o sonho se torne ainda mais realista.

Por fim, agora que você já entendeu um pouco mais sobre o que é um sonho, quais os tipos de sonhos segundo Carl Jung e algumas dicas de como identificar sonhos reais, estude e tente entender o significado por trás dos sonhos que você anda tendo, às vezes você está deixando passar alguma informação que possa ter valor.

 

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente