Muito se ouve falar sobre os abalos financeiros provocados pela crise econômica atual, que tem afetado inclusive antigos e poderosos empreendedores, mas há também muitas empresas que cresceram durante a pandemia.

Como era de se esperar, diante do cenário atual houve um estímulo maior que foi sentido em alguns setores, como por exemplo em lojas digitais, empresas de tecnologia e também as farmacêuticas.

Isso foi sentido sobretudo devido à necessidade de se desenvolver uma vacina contra a Covid-19 e também pelo aumento das vendas online e uso de tecnologias impulsionados pelo isolamento social e adoção do home office.

Nesse artigo você vai conhecer as empresas que mais cresceram durante a pandemia e os motivos principais que levaram a isso.

Por que algumas empresas cresceram durante a pandemia?

Não é novidade para ninguém que a pandemia de Covid-19 proporcionou grandes impactos econômicos em todo o mundo.

No entanto, enquanto as lojas físicas tiveram que ser fechadas em detrimento dos riscos de contágio, os negócios online conseguiram expandir a sua atuação.

Enquanto as pessoas permanecem em suas casas, nas indústrias farmacêuticas existe uma busca acirrada pela vacina que consiga deter a doença.

Além disso, algumas empresas de tecnologia também tiveram aumento no seu faturamento esse ano. Grande parte do sucesso se deve a aplicativos para comunicação à distância e novos dispositivos.

Há setores também beneficiados com a pandemia, como ocorre com seguradoras que vendem planos de saúde para empresas. Estas seguradoras estão em alta pelo fato de que muita gente não quer correr o risco de depender apenas do SUS.

Agora veja a seguir quais são as empresas que mais cresceram durante a pandemia.

1. Amazon

Apesar do aumento das suas despesas visando a proteção dos funcionários e operações, a Amazon registrou esse ano um aumento em seu faturamento.

Logo no início da pandemia a empresa passou por uma queda devido à implantação de equipamentos e laboratórios de testagem.

No entanto não demorou muito para que a receita da gigante norte-americana começasse a crescer muito. Isso porque com as pessoas em casa e as lojas físicas fechadas as vendas aumentaram consideravelmente, levando a empresa a um nível nunca antes alcançado.

2. Microsoft

Com o aumento no número de usuários do seu aplicativo Teams, a famosa empresa de Bill Gates viu a sua capitalização aumentar em nada menos que US$ 269,9 bilhões.

Ademais o diretor executivo Satya Nadella tem focado no desenvolvimento de armazenamento de dados em nuvem por meio do Azure.

Outra questão importante diz respeito ao Xbox live, que tem batido recordes de acesso desde o início da pandemia.

3. Apple

Mesmo tendo passado pelo fechamento das suas 500 lojas físicas, a Apple conseguiu se beneficiar com um aumento de US$ 219,1 bilhões no seu valor de mercado.

Mesmo em meio à pandemia a empresa conseguiu continuar com os seus lançamentos e assim atrair cada vez mais usuários.

A adoção do Home Office contribuiu muito para isso, visto que muito que muitas pessoas se viram forçadas a substituir os seus eletrônicos para alcançar maior eficiência produtiva.

4. Facebook

Se o Facebook de Mark Zuckerberg já era um gigante antes da pandemia, depois de abril de 2020 ele passou por um aumento significativo de US$ 85,7 bilhões em valor de mercado.

Isso se deve à diversos fatores, visto que essa é uma empresa com versatilidade impressionante. Veja quais são os principais:

Elevação de mais do que 39% das publicidades na plataforma;

As pessoas em casa passaram a consumir muito mais dados dentro da plataforma, aumentando o nível de engajamento;

Devido às necessidades dos seus usuários, a empresa lançou recursos de transmissão ao vivo e bate papo por vídeo;

Com o aumento das vendas online, o Facebook criou o Facebook Shops.

Todas essas inovações em conjunto contribuíram para o crescimento explosivo da empresa.

5. Alphabet

A Alphabet, responsável por controlar a gigante Google não poderia ficar fora dessa lista. Houve um aumento de mais do que US$ 68,1 bilhões em valor de mercado, apesar de algumas instabilidades sentidas sobretudo nos primeiros meses de pandemia.

6. 3M

Muito provavelmente você já deve ter visto uma fotografia ou vídeo de alguém usando uma máscara de proteção da 3M. De fato essa tem sido a marca mais usada pelos profissionais da área de saúde.

Além das famosas máscaras N95, a empresa fabrica também roupas de proteção muito usados durante a pandemia.

Graças a isso houve um crescimento de mais do que 21% das vendas de produtos médicos, fazendo com que o faturamento da empresa aumentasse muito.

7. PayPal

Seguindo a forte tendência do aumento das vendas online, a PayPal de pagamentos apresentou um crescimento muito expressivo, de mais do que US$ 65,4 bilhões em valor de mercado.

O aumento do número de lojas e novos usuários cadastrados foi facilitado ainda mais pelos novos recursos que facilitam tanto os pagamentos quanto a gestão por parte dos vendedores.

Assim, após conhecer essas empresas que mais cresceram durante a pandemia de Covid-19, é possível perceber que nem todos os setores foram abalados negativamente.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente