Diante de um mercado cada dia mais competitivo, é importante pensar no capital humano da sua empresa como forma de se destacar em meio aos seus concorrentes. 

 

Assim, uma gestão de pessoas bem feita, com o devido acompanhamento do turnover dos seus colaboradores, vai contribuir para que você tenha melhores resultados e mais competitividade no mercado.

 

Além de garantir que os seus colaboradores sejam devidamente capacitados e treinados, é necessário também se preocupar com os níveis de produtividade, uma vez que equipes mais produtivas geram mais lucratividade para a empresa. 

 

Por isso, é importante entender como o nível de produtividade pode impactar diretamente nos resultados do seu negócio. Descubra mais sobre esse tema!

O papel da felicidade na motivação

Em pesquisa realizada pelo Social Market Foundation e um centro da Universidade de Warwick, na Inglaterra, descobriu-se que funcionários felizes são cerca de 12% mais produtivos, com este número podendo alcançar até 20%. 

 

Já a infelicidade no trabalho pode gerar um efeito negativo na produtividade pelo período de até dois anos.

 

O engajamento e o interesse de seus colaboradores pela sua empresa estão diretamente ligados à felicidade que sentem no ambiente de trabalho. Colaboradores mais felizes são mais dedicados, produzindo mais e melhor.

A relação entre motivação, produtividade e gestão de pessoas

Mais motivação significa menor abandono de tarefas, além de menos tempo gasto com elas. Além disso, mais engajamento e interesse também faz com que os colaboradores cometam menos erros, tendo de refazer menos tarefas e ganhando em produtividade.

 

Uma análise da Gallup Organization mostrou que empresas com um alto nível de engajamento podem ser até 22% mais lucrativas do que as com níveis mais baixos. 

 

O mesmo estudo mostra que colaboradores mais engajados têm 81% a mais de chances de se tornarem clientes fiéis às marcas. 

 

Assim, empresas com alto engajamento podem conseguir o dobro de faturamento das empresas que não atingem esses níveis.

 

Para garantir que isso seja possível, é indispensável garantir que a gestão de pessoas da sua empresa seja feita de maneira não apenas eficiente, mas também estratégica. 

 

Para isso, o departamento de recursos humanos precisa estar menos ligado à ouvidoria e ser mais ativo, tanto para reter talentos quanto para formar lideranças e aumentar a produtividade da empresa no âmbito geral.

Cinco maneiras de medir o impacto da gestão de pessoas na sua empresa

Além de aplicar estratégias de sucesso, você também precisa saber se elas estão funcionando. Portanto, veja cinco métricas para mensurar o impacto da gestão de pessoas no balanço da sua empresa:

1. Satisfação dos colaboradores

É importante conhecer o nível de satisfação dos seus colaboradores, uma vez que através dela garante-se o alinhamento à cultura da empresa e um maior engajamento com a produtividade no trabalho. 

 

Para medir a satisfação de sua equipe, é recomendado realizar uma pesquisa de clima organizacional, para que os seus colaboradores digam quanto e com o quê estão ou não satisfeitos. 

 

Além disso, é fundamental mensurar a porcentagem de faltas dos funcionários, já que insatisfação e desmotivação aumentam a porcentagem de ausências.

2. Retenção de talentos 

Um turnover alto é sinal de alerta para sua empresa. Portanto, é recomendada uma constante análise da rotatividade de seus colaboradores, entendendo o porquê de cada saída e também os custos para o desligamento do funcionário, além da contratação e treinamento de um substituto.

3. Receita 

Nesta análise, a receita da empresa é utilizada para calcular a eficiência de seus colaboradores. 

 

Ao dividir a receita total da empresa pelo número de funcionários, e realizando o acompanhamento deste indicador ao longo do tempo, é possível mensurar a qualidade de suas contratações. 

 

Também é interessante calcular o lucro da empresa em relação aos colaboradores, para saber quanto a empresa desembolsa por funcionário.

4. Recrutamento 

Além de trazer colaboradores eficientes para a empresa, é preciso garantir que o processo de contratação consiga recrutar e contratar de maneira eficiente, ou seja, rapidamente e com baixo custo. 

 

Assim, para analisar se seu processo de contratação é eficiente, deve-se calcular o tempo médio e o custo médio de contratação, tentando sempre trazer estes valores para baixo.

5. Produtividade dos colaboradores 

Ao analisar a produtividade dos colaboradores, é possível identificar o estágio de desenvolvimento de cada profissional. 

 

Um alto potencial com alto desempenho indica um grande talento a ser mantido, enquanto um baixo potencial com baixo rendimento pode ser considerado candidato para demissão. Ao identificar o estágio em que cada colaborador está, é possível desenvolvê-lo, assim como a empresa como um todo. 

 

Uma gestão de pessoas de qualidade traz inúmeros benefícios para sua empresa, como menor número de faltas, menos rotatividade, mais produtividade e competitividade no mercado. E utilizando as métricas citadas no artigo é possível ver de maneira clara os resultados sendo alcançados. Mas é preciso fazer!

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente