Faz mais de cinco meses que São Paulo está sofrendo com o coronavírus. O estado é o mais atingido do Brasil pela doença. São mais de 450 mil casos e a maioria das cidades ainda estão com altas taxas de isolamento. A situação não está nada fácil.

Mesmo assim, há cidade paulistas que estão combatendo o coronavírus de maneira exemplar e da forma que a OMS recomenda para as pessoas. Isso significa que o número de casos é pequeno e a transmissão entre as pessoas é baixo.

O estado de São Paulo é o mais afetado pelo coronavírus. Mesmo assim, há muitos lugares que estão controlando o caos. Nem parece que há lugares assim pelo interior. Mas existem.

Foram selecionados as melhores cidades do interior de São Paulo no combate ao coronavírus. Confira quais são os lugares que cumpriram bem as regras de isolamento e medidas de distanciamento social. Quando tudo voltar ao normal, dê uma passadinha em algum desses lugares.

- Sorocaba

Sorocaba fica cerca de 100 quilômetros de São Paulo. Essa é uma das cidades próximas da capital com a menor taxa de letalidade de coronavírus. Até a primeira quinzena do mês de julho, a taxa foi de 2,07% de mortes. Menor do que o Brasil, que é de 3,9% e muito abaixo do estado de São Paulo, que é de 4,8%.

Mesmo Sorocaba estando entre as 20 cidade mais atingidas pela doença, ela é a que apresenta o menor índice de mortes. Guarulhos, por exemplo, registrou uma taxa de letalidade 9,3%. Uma das mais altas de todo o país para se ter uma ideia.

Entre as medidas que se destacam para o combate contra o coronavírus estão a criação do Hospital de Campanha com capacidade para 84 leitos, e a contratação de 50 leitos de Covid-19 na Santa Casa.

- São Sebastião

Uma das principais cidades do litoral norte paulista também se destacou no combate contra o COVID-19. São Sebastião fica cerca de 200 quilômetros de distância da capital. Desde o mês de março, foi um dos municípios que mais aderiram a quarentena. Apenas o serviços essenciais ficaram abertos.

Outro diferencial de São Sebastião foi a montagem do Plano Municipal de Reabertura Gradual da Economia, que foi apresentado o plano de reabertura de todos os setores do comércio. Uma maneira organizada e segura para voltar às atividades.

Não é à toa que São Sebastião registrou apenas 16 mortes de coronavírus, sendo que três deles não eram de moradores da cidade. Número super baixo.

- São José do Barreiro

Independente do tamanho da cidade, se está fazendo um bom papel no combate ao coronavírus, ela deve ser destacado. São José do Barreiro, que fica cerca de 280 quilômetros da capital tem registrado apenas um caso de COVID-19. Um morador de 50 anos que contraiu a doença na última semana de julho. O lugar possui pouco mais de quatro mil habitantes, mas isso não impediu de todos respeitarem a quarentena.

As ruas estão praticamente desertas. É bem difícil ver uma pessoa andando pela cidade. São José do Barreiro foi a última cidade do Vale do Paraíba e região bragantina a registrar um caso de coronavírus.

- Presidente Prudente

Uma das principais cidades do interior paulista. Com mais de 200 mil habitantes, ela está a quase 600 quilômetros da capital. Não é uma viagem rápida.

Com um alto número de habitantes, a prefeitura conseguiu controlar bem o número de casos de coronavírus na cidade. Foram 1725 casos registrados até o dia 28 de julho e apenas 42 mortes. Uma taxa de letalidade de 0,021%. Bem abaixo do que a média do país.

Esses são algumas cidades que se destacaram no combate a pandemia causada pelo coronavírus. Cada uma tem um contexto diferente e um perfil de população heterogênea. Mas isso não impediu de seguir as normas da Organização Mundial da Saúde e fazer com que os danos sejam os menores possíveis.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente