Saiba quais cuidados você deve ter com as suas roupas para mantê-las conservadas.

Quando você adquire uma peça de roupa, sua expectativa é de que ela tenha uma boa durabilidade, especialmente, quando se trata de um jeans de qualidade, que não costuma ser um item de vestuário barato.

Apesar de inúmeros tipos de tecidos serem utilizados na confecção de roupas, existindo como peças de qualidade superior e inferior, a verdade é que o que mais influencia a durabilidade de qualquer item de vestuário é o cuidado que se tem com ele.

Se você lava as suas peças delicadas com frequência na máquina de lavar, por exemplo, dificilmente elas ficarão em bom estado por muito tempo, independente do valor pago ou até mesmo da marca.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas importantes para aumentar a vida útil das suas peças e, assim, possibilitar que você as utilize em diversas estações. Confira!

Veja a etiqueta e analise a compra

É fundamental ter consciência do que está sendo comprado e quais são os cuidados que determinada peça requer antes de levá-la ao caixa.

Obviamente, há roupas que são extremamente delicadas e que, ainda assim, você pode querer levar para casa. No entanto, o ponto é ter conhecimento disso antes de finalizar a compra.

Além disso, vale a pena ressaltar que tecidos que possuam mais fibras naturais em sua composição, como linho, algodão e seda, possuem uma maior durabilidade. Já composições sintéticas têm uma maior tendência de enrugar, desbotar, criar bolinhas e esgarçar.

Siga as instruções da etiqueta

Mais importante do que somente ler é seguir as instruções que a etiqueta da peça propõe em relação à lavagem e à temperatura que ela aguenta na hora de passar. Dessa forma, caso você tenha o hábito de remover as etiquetas, antes de fazer isso, analise com atenção e memorize essas informações importantes.

Armazene as roupas corretamente

Guardar as peças de uma maneira apropriada faz toda a diferença, pois, esse fator influencia diretamente até mesmo a estrutura da roupa.

Itens de vestuário confeccionados em tricô, lurex e malhas devem ser dobrados para não perder a sua forma original, enquanto as roupas produzidas em um tecido mais plano, como seda e tricoline, podem ser penduradas em cabides.

Não lave com frequência

Evite lavar as roupas assim que retirá-las caso não estejam sujas ou com mau cheiro, principalmente, se tiverem sido usadas durante um período curto de tempo.

O que pode ser feito no lugar é pendurá-las em cabides ou cabideiros e deixá-las ventilando. Assim, poderão ser reutilizadas antes de realmente ser necessário lavá-las.

Blazers, capas e casacos mais pesados podem ser utilizados entre quatro e cinco vezes antes de serem lavados, por exemplo. Quanto menos esses itens de vestuários forem passados e higienizados, mais tempo durarão.

Separe as peças antes de colocá-las na máquina

É extremamente importante separar as roupas antes de colocá-las na máquina para evitar manchas, desbotamentos e até mesmo danos às peças devido ao tipo de lavagem.

Portanto, diferencie-as por cor, material, tipo de lavagem e, se possível, lave roupas íntimas e meias separadamente.

Utilize sacos protetores de roupas

Uma excelente dica para conservar as peças que são lavadas na máquina de lavar é colocá-las dentro de sacos protetores, pois, eles diminuem o impacto sofrido por elas durante a lavagem.

Isso é ideal para roupinhas de bebê, por exemplo, e peças de renda, tule, seda ou que contenham algum tipo de aplicação.

Tome cuidado ao colocar para secar

Por fim, tenha cuidado no momento de pendurar as roupas para secar. Não é recomendado deixá-las no Sol, pois, ele desbota as peças escuras e deixa as claras amareladas. O ideal é deixá-las em ambientes com bastante ventilação e luz indireta.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente