• Um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) ao Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) concluiu que 54% dos cigarros consumidos em território nacional vinha de origem ilegal e entram de maneira clandestina pelas fronteiras do Mato Grosso e do Paraná