• O engenheiro civil Thiago Andrade Godoi assumiu na manhã desta sexta-feira, 26, a presidência do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) de Itajaí. Godoi foi indicado pelo Governo Federal, em substituição a Leila Cristina Miateli Pires.

    Graduado pela Universidade de Brasília, Godoi é servidor de carreira do Ministério do Planejamento, na função de analista de infraestrutura. Atualmente está lotado no Departamento de Outorgas Portuária da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP). Também atua como presidente do CAP de São Francisco do Sul desde outubro de 2014.

  • Ao menos acendeu luz sinalizando saída para os funcionários da Codesp vítimas da falência do Portus – Instituto de Seguridade Social dos empregados das administrações portuária.

  • O artigo utilizou estudos de caso para explicar a privatização dos portos de Brisbane, Botany, Kembla, Newscatle e Melbourne, processos realizados desde 2010. O modelo adotado foi o "private landlord port", ou seja, com a autoridade portuária sendo administrada pela iniciativa privada e o Estado mantendo o controle do território portuário (landlord) e a responsabilidade pela regulação da atividade

  • Enquanto o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, navega sem rumo na reforma dos portos brasileiros, aumenta o abismo entre a produtividade portuária brasileira e as dos grandes portos mundiais.

  • A Gerência do Meio Ambiente da Superintendência do Porto de Itajaí promoveu no dia 3 de abril em seu auditório, um plano de integração para a segurança no trabalho nas áreas que abrangem o Complexo Portuário de Itajaí (SC).