A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, presente no Brasil há mais de 50 anos, acaba de fornecer 13 grandes propulsores azimuth para o maior navio do mundo de construção offshore, que está sendo montado pelo estaleiro Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering, na Coréia do Sul. A embarcação será operada pela armadora suíça Allseas Group e deve entrar em serviço em 2014. O contrato tem um valor estimado de aproximadamente R$ 57,7 milhões* e é o maior pedido de propulsores para um único navio já realizado para a Rolls-Royce.

Foto: Divulgação

Propulsores azimuth para o maior navio do mundo de construção offshore

Os propulsores azimuth giram 360 graus e impulsionam e posicionam o navio, que mede 382 metros de comprimento e 117 metros de largura. Batizada de Pieter Schelte, a embarcação realizará a instalação e o desmantelamento de plataformas de petróleo e gás, além de dar suporte a projetos de instalação de gasodutos em todo o mundo.

Välimaa Karida, Diretor de Operações da Rolls-Royce na Finlândia, celebrou o novo contrato.  “Estamos muito satisfeitos em entregar o nosso maior pedido de propulsores para impulsionar este navio recordista. A embarcação é pesada, assim como a carga que irá transportar. Os propulsores azimuth são a solução ideal para o trabalho que este navio irá realizar devido à sua confiabilidade e alto desempenho, que são críticos para os negócios da indústria offshore”.

O navio Schelte Pieter apresenta um conceito de design único, com um deslocamento a plena carga de quase 900.000 toneladas. Além disso, pode levantar até 48.000 toneladas e lançar até 2.000 toneladas, o dobro da capacidade do atual maior navio de lançamento do mundo, o Solitaire, também pertencente ao Allseas Group.

* Taxa de câmbio presumida: £1.00 = R$3.21- Fonte: Banco Central

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s