A Companhia Docas de São Sebastião realizará nesta quinta-feira, 4 de agosto, das 8h às 13h, o Exercício Prático do seu Plano de Área para acidentes envolvendo derramamento de óleo no mar. A ação simulará o naufrágio de embarcação de apoio portuário, após colisão com um pesqueiro, para avaliar o atendimento e o fluxo das ações integradas neste tipo de emergência.

O Porto de São Sebastião é o primeiro do país a possuir um Plano de Área aprovado pelo órgão ambiental, o qual reúne as medidas necessárias a serem tomadas em caso de acidentes com vazamento de óleo na área do Porto Organizado. O documento consolida os Planos de Emergências Individuais (PEIs) do Porto de São Sebastião, do Terminal Aquaviário da Transpetro e do Sistema de Travessia São Sebastião/Ilhabela, com procedimentos conjuntos para solucionar possíveis emergências.

A simulação de vazamento contará também com a participação de representantes do Ibama, Cetesb, Capitania dos Portos, Corpo de Bombeiros e da equipe do Centro de Atendimento a Emergência (Ceate) do Porto de São Sebastião. As secretarias municipais de Meio Ambiente de São Sebastião e Ilhabela, operadores portuários e Órgão Gestor de Mão-de-obra (Ogmo) também serão acionados.

Serão avaliados no exercício aspectos que envolvem os procedimentos adotados pela Companhia e empresas que atuam na área, considerando a comunicação, técnicas, estrutura e o tempo de resposta no controle da emergência. A realização de simulados é uma atividade realizada regularmente pelo Porto de São Sebastião, o qual é reconhecido por prezar pela qualidade e preservação ambiental em sua atuação.

Referência nacional em gestão ambiental, o Porto de São Sebastião ocupa a 1ª posição, entre os 30 portos brasileiros, no Índice de Desempenho Ambiental Portuário (IDA) da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários). É também o primeiro e único porto organizado a conquistar a certificação internacional ISO 14.001, que comprova a sua qualificação para toda a atividade de administração, exploração e operação.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente