A comunidade da Praia da Daniela fará um plebiscito no próximo sábado, dia 3 de julho, para manifestar sua opinião a respeito da instalação do estaleiro da OSX na Baía Norte de Florianópolis, em Santa Catarina. O plebiscito é organizado pelo Conselho Comunitário do Pontal do Jurerê (CCPontal), que representa a comunidade da Daniela.

* Diretor da EBX diz que “paixões” devem ficar fora da avaliação do estaleiro de Biguaçu
* Fatma marca audiências sobre estaleiro sem concluir análises dos estudos complementares
* Recurso a Brasília depende de fatos novos, afirma ICMBio
* Instituto ambiental federal não autoriza instalação de estaleiro em Biguaçu

A presidente do CCPontal, Heloisa Helena Wagner da Silva, afirma que se fala pouco sobre os impactos ambientais na Praia da Daniela, localizada na área direta de influência do empreendimento.

"Os impactos não estão preocupando a OSX nem os órgãos governamentais, principalmente em relação à erosão costeira. Ou seja, poderemos ficar sem praia, a exemplo do que aconteceu com a Praia da Armação e da Barra da Lagoa, aqui na Ilha. Nossa reivindicação é que a OSX apresente projetos de preservação de sua responsabilidade que preservem o patrimônio ecológico, a biodiversidade e a continuidade da existência da Praia da Daniela".


Praia de mar calmo, Daniela é muito procurada por famílias com crianças

O CCPontal faz parte do Conselho Consultivo da Estação Ecológica Carijós e votou a favor do parecer do ICMBio, que negou a licença prévia do estaleiro. "Nossa maior preocupação é que a empresa não oferece garantias legais, nem um plano de emergência para a Praia da Daniela e seus moradores". Estudos apontam que a Baía Norte é muito rasa para a navegação de embarcações e a OSX prevê a dragagem de um canal de acesso ao estaleiro que retirará um volume de 8.750.000m3, maior do que o volume utilizado para fazer o aterro da Baía Sul da Ilha.

Para Emir Benedetti, também integrante da CCPontal, o estaleiro pode ser uma porta de entrada para outros empreendimentos que, somados ao impacto de instalação do estaleiro, trarão prejuízos ambientais incalculáveis para as gerações futuras. "Já se fala na instalação de um terminal portuário internacional que irá poluir as águas da Baía Norte e que pode vir a piorar a degradação que já está prejudicando a balneabilidade das praias e a atividade turística. Além disso, já instalado um estaleiro em Biguaçu, por que não transformá-lo num porto ou num terminal petrolífero?"


A Praia de Daniela é bastante calma e ocupada por casas de veraneio

O líder comunitário avalia a possibilidade de existir pré-sal na área da Baía Norte. "A estrutura petrolífera que vem de Santos ao Rio Grande do Sul tem um vazio imenso, e Florianópolis fica situada no centro. Tendo um estaleiro, um terreno ao fundo, a BR 101 eu acredito que há a possibilidade de ser transformado em um porto e em um terminal petrolífero".

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente