O teste genético, mais conhecido como teste de DNA, já percorreu um longo caminho nos últimos anos e é animador imaginar a riqueza de informações que seremos capazes de aprender sobre nós mesmos nos próximos anos.

No entanto, é comum que as pessoas tenham conhecimento apenas da questão do questão de teste de paternidade quando se trata de exame de DNA. O que elas não sabem, é que esse exame pode ir muito além disso.

Com o exame genético é possível obter informações de riscos para certas condições, como câncer e diabetes tipo 2, além de outras doenças.

Hoje, os dados que você pode reunir sobre o seu genoma, por meio de testes caseiros, do ponto de vista da saúde, estão muito além do que era possível alguns anos atrás.

Neste post, você vai saber mais sobre a realização do exame de DNA e quais são as predisposições a doenças que ele pode identificar.

Confira!

O que é o DNA

Antes de saber quais são as possíveis doenças que um exame de DNA pode detectar, é importante compreender o que é o DNA e como funciona o teste genético.

O DNA é o código genético que governa o funcionamento de nossas células e, essencialmente, determina todos os aspectos biológicos de quem somos.

Você pode pensar nisso como uma espécie de projeto que controla a maneira como seu corpo funciona, que é transmitido de geração em geração na forma de sequências de código chamadas genes.

Todos os humanos compartilham mais de 99,5% do DNA uns com os outros, mas não os genes que compõem a diferença de 0,5% que respondem por toda a diversidade que vemos entre os indivíduos.

Essas diferenças genéticas são chamadas de “variantes” e, embora a maioria das variantes seja neutra ou responsável pela variação normal entre todos nós, algumas podem causar doenças graves.

Como funciona o exame de DNA

O teste de DNA envolve o fornecimento de uma amostra de seu DNA (geralmente na forma de uma amostra de saliva), que é enviada a um laboratório para análise.

Usando os extenso bancos de dados e pesquisas associadas, as empresas de teste podem prever o risco de desenvolver certas doenças. Isso é feito com base nas variantes do gente que estão presentes em seu código.

O paciente receberá relatórios abrangentes delineando seus fatores de risco para cada doença, junto com seu status de portador e informações adicionais explicando como interpretar os resultados.

Os conceitos de DNA, genes e cromossomos podem se tornar bastante confusos e vamos explicá-los brevemente a seguir.

DNA, genes e cromossomos

Nossos corpos são compostos de trilhões de células, as unidades básicas da vida. Dentro do núcleo e da mitocôndria de cada célula, existe um material genético chamado DNA, que controla quase todos os aspectos do funcionamento de uma célula.

Áreas específicas das moléculas de DNA contêm sequências de código que determinam características que são passadas de pais para filhos, que são chamados de genes.

Os cromossomos são longas fitas de DNA que possuem muitos genes. Com raras exceções, os humanos têm 46 cromossomos dispostos em 23 pares, onde um cromossomo de cada par é herdado da mãe e o outro do pai.

O exame de DNA para a prevenção de doenças

O exame de DNA pode ser realizado para diferentes objetivo, até mesmo para fazer um mapeamento da ancestralidade de cada pessoa.

Esse exame simplesmente funciona como o processo de extrair seu código genético, e identificar características, etnias ou riscos de doenças que estão associados a marcadores específicos.

Ao analisar o DNA e ver quais marcadores genéticos estão presentes, as empresas de teste de DNA podem informar sobre o risco de desenvolver uma série de doenças. Algumas das principais são:

Câncer de mama;

Câncer colorretal;

Doença de Alzheimer de início precoce;

Doença celíaca;

Degeneração macular relacionada à idade;

Diabetes tipo 2;

Mal de Parkinson.

É sempre importante lembrar que esses testes não fornecem diagnósticos. A interpretação dos resultados deve ser feita com cuidado, com a ajuda de um profissional de saúde.

Últimas considerações

Como você pode ver, o exame de DNA realmente evoluiu muito nos últimos anos e a previsão é que evolua muito mais nos próximos. Quando se trata de ter uma possível previsão de doenças, também é possível tomar cuidados antecipados para a sua prevenção.

Vale dizer que antes de fazer esse tipo de exame, é recomendável que vocÊ converse com um médico ou até mesmo com a empresa que oferece o serviço para compreender melhor como ele funciona.

Além disso, para compreender os resultados finais, também é fundamental conversar com um médico que poderá te orientar sobre os resultados e os cuidados que precisa ter com sua saúde, caso seja necessário.

Depois deste post, esperamos que você tenha compreendido como funciona o teste de DNA e como ela atua na identificação de doenças. E caso queira fazer o seu, procure por uma empresa especializada!

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente