Conheça dicas para não errar na escolha da cozinha compacta funcional e adequada para sua casa.

A cozinha compacta é uma ótima alternativa para residências com cozinhas reduzidas, pois ela é funcional e ocupa pouco espaço.

A funcionalidade e o aspecto pouco espaçoso derivam do fato das cozinhas compactas serem projetada com armários cujas dimensões são reduzidas, mas que desempenham as funções de armazenamento que toda cozinha precisa.

Se você optou por essa solução inteligente para sua cozinha pequena, leia esse post! Nele, vamos te ensinar a escolher a melhor cozinha compacta para o seu lar.

O que você precisa saber para escolher a cozinha compacta ideal

Os apartamentos e casas com cozinhas pequenas demandam um planejamento extra ao serem decorados e na escolha das peças de mobília. Dado o espaço reduzido, os móveis da cozinha precisam cumprir sua tarefa funcional de forma compacta, sem prejudicar a circulação e as tarefas executadas na cozinha.

Por isso, escolher a cozinha compacta mais adequada exige planejamento, mas não é uma tarefa difícil. Acompanhe nossas orientações e saberá quais aspectos devem ser analisados para uma escolha acertada.

Siga a “regra do triângulo” para uma cozinha funcional

Sugerimos que você comece escolhendo em qual parede a cozinha planejada será instalada e a disposição da pia, geladeira e fogão.

Esses três elementos principais para o funcionamento da cozinha precisam de um distanciamento entre si para garantir que o ambiente se mantenha organizado e funcional.

Por exemplo, o fogão e geladeira não devem ficar lado a lado, caso contrário, a geladeira não irá funcionar normalmente. Isso ocorre porque o calor do fogão irradia e eleva a temperatura interna da geladeira que, consequentemente, é forçada a gastar mais energia para manter a refrigeração interna.

A melhor forma de posicionar a pia e esses eletrodomésticos é seguir a “regra do triângulo”. Ela consiste em montar um triângulo imaginário no qual cada extremidade corresponde a um dos elementos que citamos.

Visto que há modelos com espaço reservado para o fogão e a pia, recomendamos que você escolha um que permita a aplicação da regra do triângulo na sua cozinha.

Atenção às medidas da cozinha

Com a parede e o posicionamento decididos, você pode iniciar a medir o espaço e estimar as dimensões máximas que o modelo ideal pode ter.

Para isso, recomendamos atenção especial em relação a esses aspectos:

● Medidas gerais da cozinha;

● Espaço livre para abertura de portas e janelas;

● Localização das tomadas e interruptores;

● Áreas da parede ocupadas por canos de água e fiação elétrica;

Essas são as informações básicas que devem guiar sua escolha. Cada uma delas evita uma surpresa indesejada que pode prejudicar o funcionamento da sua cozinha.

Saber as dimensões gerais da sua cozinha lhe ajudará a encontrar o modelo de cozinha compacta mais compatível em relação às dimensões como altura, largura e profundidade de armários e demais componentes. Assim, você não se frustrará com um móvel que não cabe em seu lar ou que subaproveita o espaço disponível.

Delimitar a área livre que deve ser reservada para abertura da porta auxilia a posicionar a cozinha compacta de forma que ela não prejudique a circulação dos moradores, a execução de tarefas relativas à cozinha e, claro, o próprio funcionamento da porta.

Reservar o espaço livre para janelas, de abrir ou não, impede que elas sejam "escondidas" pelos componentes da cozinha escolhida. O que é muito negativo, pois inutiliza as janelas, restringe a incidência de luz solar e a circulação de ar.

De maneira semelhante, mapear onde estão as tomadas e interruptores impede que os elementos da cozinha cubram esses itens e os tornem inacessíveis.

Já a ciência da localização dos canos de água e da fiação elétrica previne perfuração de canos e danificação de fios caso a cozinha compacta escolhida precise ser fixada à parede.

Analise o que a sua cozinha compacta ideal deve possuir

Esse é o momento de anotar todas as funcionalidades e características que a cozinha compacta deve apresentar para suprir suas necessidades de uso.

Isso envolve o número de armários, nichos e também gavetas e a profundidade e espaço interno desses elementos.

Para estimar a quantidade ideal, você deve listar todos os objetos que precisam ser armazenados nesses compartimentos. Copos, pratos, talheres, conjuntos de chá, panos de prato, utensílios de cozinha, panelas, etc.

Avalie se algum eletrodoméstico precisa de um suporte ou espaço reservado para si. Existem modelo de cozinha compacta que possuem área para elementos como fogão, pia e cooktop. Antes de comprar, verifique se o eletrodoméstico que você possui é compatível com as dimensões do móvel.

Como escolher a melhor cor

Cores claras são recomendadas quando o intuito é trazer sensação de amplitude e provocar a ilusão de que um cômodo é mais espaçoso do que de fato é.

Por isso, ao escolher o modelo de sua futura cozinha compacta, dê preferências às cozinhas com tonalidades mais claras. Armários com pintura ou acabamento branco, off white, bege, creme ou marrom claro são os mais indicados para áreas pequenas.

Mas não é preciso se restringir a essas cores. Se a parede da sua cozinha for revestida por um tom claro e sutil, o seu conjunto de armários pode ter elementos com cores vibrantes, como amarelo ou até vermelho, por exemplo.

O segredo é balancear a intensidade dos tons, assim você evita sobrecarregar um cômodo pequeno com muitos tons escuros ou deixar o ambiente tedioso dado o excesso de cores claras.

De maneira geral, o importante é pensar na cozinha como um todo e buscar um visual harmonioso. Isso também vale para a escolha do estilo e design do móvel.

Siga as nossas orientações e dicas durante sua busca pela cozinha compacta perfeita. Se surgir alguma dúvida, é só reler o texto e sempre focar na funcionalidade e no aproveitamento do espaço.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente