Nova estrutura eleva os níveis de fiscalização e controle de operações, de meio ambiente e de segurança do trabalho

A busca da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) pela melhoria de seus procedimentos de fiscalização e controle, aliada aos investimentos em tecnologia, culminou na inauguração, nesta segunda-feira (18), do Centro de Controle Operacional (CCO) das Superintendências de Gestão Portuária do Rio de Janeiro (SUPRIO) e de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho (SUPMAM).

O recém-criado CCO conta com um sistema de monitoramento com mais de 100 câmeras compartilhadas pelo Centro de Comando e Controle de Segurança Portuária (CCCSP) da Guarda Portuária, rádios e sistemas de captura de imagem. A nova estrutura será gerida por uma equipe multidisciplinar, com integrantes das Gerências Operacionais, de Meio Ambiente e de Segurança do Trabalho do Porto do Rio de Janeiro, que atuarão de forma integrada, otimizando a resposta às inconformidades identificadas nessas áreas.

Durante a inauguração do CCO, o superintendente de Gestão Portuária do Rio de Janeiro, Leandro Lima, enfatizou que essa ação conjunta das Superintendências de Gestão Portuária e de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho contou com o apoio irrestrito das equipes de TI, Engenharia e Guarda Portuária.

“Conseguimos materializar nosso tão sonhado Centro de Controle Operacional, que além de aumentar a eficácia na fiscalização e controle das operações portuárias, vai minimizar os riscos nas operações, pois conseguiremos identificar e coibir infrações às regras de segurança com mais facilidade, além de promover rápida resposta a eventos relacionados às questões ambientais”, explicou Leandro Lima.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas