Em junho, o preço médio do diesel comercializado no Brasil ficou 2,4% mais barato, revela o levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). A queda se deu no comparativo com o mês anterior, quando o combustível custou, em média, R$ 3,822.

"Essa redução, entretanto, perde força no longo prazo. No comparativo com o mesmo período do ano anterior, o valor é 5% maior que o praticado pelo mercado, quando a média nacional do litro do diesel era de R$ 3,548", comenta o Diretor-Geral de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau (Jurb).

O maior valor registrado para o diesel, no Brasil, é o dos postos localizados no Pará, onde o consumidor desembolsou R$ 4,020 por litro – 0,47% a mais do que no mês anterior. Entretanto, o Estado que registrou o maior aumento de preço foi o Maranhão, onde houve incremento de 0,84%, passando de R$ 3,800, em maio para R$ 3,832, em junho. A maior queda de preço, por sua vez, ocorreu em Santa Catarina, onde o custo do litro ficou 2,48% menor em relação a maio, passando de R$ 3,549 para R$ 3,461 em junho.

Em junho, a Região Norte, continua sendo a líder nacional no custo do diesel. O valor médio do combustível foi de R$ 3,989, após uma redução de 0,94% em relação a maio, período em que o litro foi vendido a R$ 4,027. A diferença de preço dos postos do Norte, no comparativo com o Sul, chega a quase 12%, e o preço do insumo é de R$ 3,512, na média.

As Regiões Sul e Sudeste seguem com os menores preços, com médias de R$ 3,512 e R$ 3,635, respectivamente. O Paraná continua apresentando o menor valor do litro, vendido a R$ 3,349.

No Nordeste e no Centro-Oeste, os preços médios também estiveram em queda, e foram registrados a R$ 3,797 (-0,93) e a R$ 3,835 (-1,3%), respectivamente.

Além da variação por Estado, o IPTL também apresenta o preço médio do diesel em diferentes trechos das principais rodovias brasileiras. Na Fernão Dias, o veículo que sair de São Paulo e for abastecido no trecho de Minas Gerais encontra um valor 4% mais caro. O mesmo acontece na Rodovia Presidente Dutra, de São Paulo ao Rio de Janeiro, onde o motorista enfrenta um aumento de quase 6% no preço do diesel.

Diesel S-10

Em junho, com o preço médio de R$ 3,870, o combustível registrou o segundo maior preço do ano, menor apenas que os R$ 3,891 registrados em maio. Na análise do período, a maior queda no preço por litro ocorreu no Paraná, onde o combustível passou de R$ 3,499 para R$ 3,426 (-2,08%). A maior variação, por sua vez, foi verificada no Amazonas, com aumento de 4,52% e o litro comercializado a R$ 4,066.

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que traz grande índice de acerto, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com 25 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas