• Um novo projeto de segurança está sendo implementado no Porto do Rio de Janeiro. Até o final de abril deste ano, toda uma nova estrutura, que atende perfeitamente às exigências do Código Internacional de Segurança de Instalações Portuárias, estará operacional

  • A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) abriu, por meio de pregão, licitação para a contratação de serviço de "prestação de serviços de vigilância armada", embora a empresa conte com funcionários efetivos, como guardas portuários, qualificados para a função. Consultada pelo Portogente, a assessoria de comunicação da Docas do Rio alegou que a iniciativa tem como objetivo garantir a "segurança em áreas da CDRJ localizadas fora dos portos organizados como o edifício-sede da Companhia"

  • A Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) entregou oficialmente ao complexo portuário do Itaqui um novo carro ABT (Auto Bomba Tanque). A iniciativa integra as ações do Termo de Cooperação celebrado entre a EMAP e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão (CBMMA)

  • Órgãos de segurança que atuam em Paranaguá vão trabalhar em conjunto para dar mais agilidade no atendimento aos caminhoneiros que chegam para descarregar no Porto. O grupo, convidado pela Administração dos Portos do Paraná, discute formas efetivas de combater assaltos, vazadas e crimes ambientais

  • Curso para formação de multiplicadores na área de segurança pública voltado para a atuação de militares para o trabalho em áreas portuárias e industriais na região do Complexo Portuário do Pecém, no Ceará, foi ministrado nesta semana pelos sócios da Promare | Rabb Carvalho Advogados, Mariana Félix e Jeová Costa Lima Neto

  • Para conhecerem as práticas de gestão e a infraestrutura do Porto de Vitória, a Companhia Docas do Espírito Santos (Codesa) recebeu, nesta quarta-feira (22), dois representantes da Guarda Portuária da Companhia Docas da Bahia (Codeba), José Carlos Barbosa e Dinelson Fernandes Júnior.

  • Durante a abertura do evento, Silvana Borges, diretora-executiva da Polícia Federal, órgão que preside a Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos), ressaltou a importância do encontro para o debate sobre procedimentos de controle, fiscalização e repressão ao crime