Os primeiros dias do mês trazem variações distintas no preço dos combustíveis para os motoristas da Região Sul, revela o último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Apesar do aumento de 0,9%, a gasolina dos estados do Paraná e Santa Catarina continua sendo a mais barata do país, com o litro comercializado à média de R$ 4,407 e R$ 4,41, respectivamente. Já o etanol, que em fevereiro teve na região o litro mais caro do país, apresenta um recuo de 12% na primeira quinzena de março.

“Percebemos variações distintas no preço dos combustíveis na região. No caso do etanol, o cenário para o início do mês de março ainda sinaliza para a manutenção da queda do valor médio. O registro médio de R$ 3,439, na primeira semana, representa o menor preço desde dezembro”, comenta o Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

O IPTL também revela o comportamento do preço dos combustíveis nos postos do Sul do Brasil em fevereiro. No comparativo com janeiro, houve uma queda de 0,9% no valor da gasolina, diferente do etanol que avançou 0,95%, acompanhado do GNV, com alta de 0,7%. Já o diesel comum e o S-10 apresentaram no mês passado as baixas mais relevantes de todo o território nacional, sendo que no Paraná os combustíveis recuaram 5,2% e 4,7%, respectivamente.

No recorte por Estado, o Rio Grande do Sul liderou o índice das maiores médias para todos os tipos de combustíveis. O Estado ainda concentrou o litro mais caro do etanol de todo o país, vendido à média de R$ 4,477.

Em Santa Catarina, o litro do etanol ficou 0,5% mais caro em comparação ao mês de janeiro, quando o preço por litro foi de R$ 3,911. Já a gasolina apresentou redução de 0,5%, passando de R$ 4,446 para R$4,424, em fevereiro.

Já no Paraná (PR), os motoristas contaram com o custo do etanol mais competitivo da região, mesmo assim, houve alta de 1,33% com o preço do litro passando de R$ 3,298, em janeiro, para R$ 3,342. Por sua vez, a gasolina apresentou uma baixa de 0,8% no período, sendo comercializada a R$ 4,422, em fevereiro.

No contexto nacional, o cenário foi de baixa para a gasolina e o etanol em fevereiro, sendo o último com o avanço de 0,81%. Depois de fechar o mês passado com o preço médio de R$ 3,757, o etanol sinaliza para um contexto de baixa na primeira semana de março, comercializado à média de R$ 3,001. Com a gasolina não é diferente: em fevereiro com o litro vendido a R$ 4,693, o combustível já apresenta o preço médio de R$ 4,668 na média de todo o território nacional.

Em Porto Alegre

Para os motoristas da capital gaúcha, abastecer com gasolina na zona norte saiu mais barato em fevereiro. A diferença no custo entre a região mais cara e a mais barata chega a 1%, com o litro vendido a R$ 4,627 na zona norte, ante os R$ 4,677 cobrados nos postos da zona leste e região central.

Os motoristas da região sul contam com os valores mais competitivos para o etanol, com média de R$ 4,470, ante os R$ 4,518 da zona leste. Seguindo o mesmo comportamento do mês anterior, a gasolina ainda continua sendo uma boa opção em todos os bairros de Porto Alegre (RS) em relação ao etanol.

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais 25 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente