Empresa também colocou 99% dos seus funcionários para trabalhar de casa e disponibilizou kit para orientar construtoras e incorporadoras de como agir na prevenção do Covid-19

 

O Sienge, solução líder no País em gestão na área de construção civil, está ciente da importância de agir com velocidade e coerência neste momento de contágio do Covid-19. Tanto que já colocou quase todos seus funcionários em home office e também tem possibilitado essa movimentação a seus clientes. Essa ação será lançada hoje, dia 18, e todos parceiros com data center dentro do Sienge terão um aumento na quantidade de usuários ativos.

Essa ação tem como objetivo garantir a segurança e saúde dos funcionários Sienge, de colaboradores dos seus clientes e de toda a sociedade. O Sienge entende que a urgência nesse momento é crucial para a saúde de toda a população. É preciso reduzir a quantidade de pessoas em circulação para evitar a contaminação exponencial. No entanto, o Sienge entende que é preciso também garantir a saúde financeira das empresas e do País. Para isso, foi criado um grande plano de ação que para, ao mesmo tempo, garantir a qualidade da operação e a colaboração com a sociedade neste momento tão sensível.

Para Guilherme Quandt, diretor de Marketing do Sienge, era muito importante que a empresa agisse de forma rápida e consciente. “Não estamos medindo esforços para colaborar com a saúde e bem-estar dos nossos times e de toda a sociedade. É nossa função apoiar nossos clientes nesta complexa missão. Como empresa de tecnologia, temos disponibilizado gratuitamente recursos e funcionalidades do Sienge que possibilitam aos nossos clientes manter suas atividades mesmo com colaboradores atuando a distância. É nosso compromisso seguirmos atentos aos acontecimentos e prezar pela segurança da sociedade e continuidade dos negócios. Não apenas nossos clientes, mas toda a sociedade pode contar com o Sienge”.

Essa ação só foi possível pois o Sienge aumentou a capacidade do datacenter para que mais usuários da plataforma possam fazer uso simultâneo dela sem nenhum custo adicional. Isso significa que mais pessoas dentro de uma construtora ou incorporadora cliente podem acessar o Sienge a distância. Ou seja, em regime de home office. Até então, isso somente seria possível com a aquisição de novos usuários pelas empresas.

A princípio isso deve durar 60 dias. “Ter a nossa solução na nuvem permite entregar esta segurança e flexibilidade aos nossos clientes, mais um diferencial do Sienge. Entendemos que as empresas precisam ter papel de apoio à sociedade neste momento tão crítico, tanto para colaborar na saúde da população, como para minimizar o impacto na economia, já tão prejudicada pela pandemia”, reforça Quandt.

Além da liberação dos usuários na plataforma, o Sienge também está enviando ao mercado um kit completo de orientações sobre o COVID-19, que contém cartazes, modelo de política de crise, artes para Redes Sociais e uma cartilha de boas práticas para evitar contaminação.

O Sienge tem presença nacional e mais de 3.000 clientes, tais como as construtoras Vitacon, Cury Construtora, Pacaembu Construtora, Lock Engenharia, Dimas Construções, FG Empreendimentos, Prestes Construtora e Incorporadora. No Brasil, a sede da empresa fica em Florianópolis, Santa Catarina, no polo considerado o Vale do Silício brasileiro, o Sapiens Parque. Pioneiro, o Sienge nasceu em 1990. Para mais informações, acesse https://www.sienge.com.br.

Sobre o Sienge

O Sienge, uma marca do grupo Softplan, é uma solução de gestão especialista para a indústria da construção. Com quase 30 anos de mercado e mais de 3 mil clientes, o Sienge é uma plataforma de tecnologia e conteúdo voltado a construtoras e incorporadoras. Para saber mais, acesse https://www.sienge.com.br.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas