O recém-lançado Cluster Tecnológico Naval promoveu a 1ª edição do Seminário Internacional “A Economia do Mar como Política de Desenvolvimento”. O evento aconteceu na Escola de Guerra Naval, na quinta-feira (21). O diretor-presidente da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, foi representado pelo assessor de Relações Institucionais, Renato Teixeira.

O objetivo do seminário foi difundir o conhecimento acerca dos setores e atividades econômicas que tenham o mar como foco, da organização geográfica da produção e de seus efeitos, assim como das potencialidades para as cadeias produtivas relacionadas à “Construção e Reparação Naval, Militar e Mercante”. Casos nacionais e internacionais de sucesso de clusters foram apresentados.

Saiba mais - O Cluster Tecnológico Naval, lançado no dia 13/11, reúne os players do setor com foco na promoção do mercado interno, capacitação e formação, inovação e tecnologia, e encadeamento produtivo entre pequenas, médias e grandes empresas. A ideia é mobilizar as sete cidades no entorno da Baía de Guanabara (Rio, Niterói, Magé, Duque de Caxias, São Gonçalo, Guapimirim e Itaboraí), com o Estado do Rio e a União, para criar mecanismos e ações em prol do desenvolvimento da indústria marítima.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas