O II Encontro GERCAR com Estagiários e Jovens Aprendizes da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) aconteceu na sexta-feira (30), fechando o mês de agosto, quando se comemora o Dia do Estagiário (18). O evento foi realizado no auditório do Porto do Rio de Janeiro, em dois turnos, com o objetivo de promover conhecimento e integração dos futuros profissionais, por meio de palestras.

A abertura do Encontro foi realizada pela equipe da Gerência de Gestão de Carreiras (GERCAR), que organizou o evento junto com o Comitê de Gênero e o Comitê de Qualidade de Vida no Trabalho. Os estagiários e aprendizes receberam orientações sobre a cultura organizacional da empresa, além de esclarecimentos sobre a importância do estágio para o desenvolvimento profissional.

Uma das palestrantes convidadas foi a profissional de Recursos Humanos do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Alessandra Arêa, que apresentou os pilares comportamentais importantes para a carreira como empatia, autoconsciência, autodomínio, automotivação e habilidade social. Segundo ela, com essas competências, é desenvolvida a “capacidade de gerenciar relacionamentos buscando causar impacto positivo nos outros”. E para isso, ela explicou que é preciso “equilibrar o lado emocional e o lado racional, pois o desequilíbrio pode comprometer as relações”.

A outra palestra foi de Rafael Imbroinisio, professor de Geografia que dirige um projeto comunitário de Pré-Vestibular no bairro de Realengo. Ele contou suas experiências como estagiário e, de forma descontraída, abordou assuntos como oportunidades e autoestima.

Rafael destacou que o estágio é interessante tanto para o estagiário, que aprende com profissionais capacitados da área, como para o empregador que normalmente tem no estagiário uma pessoa dedicada, motivada e com novas ideias que podem contribuir para o sucesso da empresa.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas