Estratégia funciona para atrair clientes de forma orgânica e contribuir para a autoridade da marca.

Nos últimos anos a internet se tornou o ambiente mais propício para se fazer negócios. As possibilidades que o marketing digital oferece para empresas — sejam elas grandes ou pequenas — de alcançar novos clientes e fidelizar os antigos, faz com que o uso dessas estratégias seja cada vez mais frequente.

Com a crise sanitária, a procura por produtos e serviços na internet sofreu um aumento nunca visto em tão pouco tempo. Por conta disso, as empresas precisaram correr para adequar seus negócios às novas demandas. O funil de marketing pode ajudar nesse processo.

A seguir, confira alguns pontos essenciais para entender o que é o funil de marketing, suas características e como aplicar ao seu negócio da melhor maneira.

O que é Inbound Marketing?

Até meados dos anos 2000, outdoors, anúncios de televisão e mídia impressa, como panfletos distribuídos nas ruas e páginas inteiras de revistas, eram a principal maneira de empresas fazerem propaganda. Isso era considerado uma forma invasiva de marketing, pois interferia diretamente na atividade da pessoa naquele momento.

Com o aumento das possibilidades digitais, surgiu o Inbound Marketing. Ele nada mais é do que um conjunto de estratégias que leva o seu produto ou serviço até o seu consumidor em potencial de forma orgânica e que contribua de fato para a necessidade dele.

Entre os modos de trabalhar com Inbound Marketing estão os e-books, blog posts, e outras formas de conteúdo que façam a pessoa chegar ao seu conteúdo de forma natural, através de uma necessidade real dela. Mas por que gastar tempo fazendo conteúdo gratuito sem a garantia de que as pessoas realmente vão ver?

Estágios do funil

Quando falamos das estratégias de Inbound, elas se dividem em três etapas, e funcionam totalmente relacionadas à jornada de compra do usuário.

Topo do funil

É o primeiro passo para atrair os usuários através das buscas. O uso de estratégias de SEO consistentes nessa fase é fundamental, pois aumenta as chances de os usuários encontrarem o seu conteúdo. O foco principal dessa etapa é apresentar o usuário ao seu site ou blog, oferecendo respostas para as dúvidas dele.

Posts como ''O que é um e-commerce?'' ou ''Como saber qual o melhor site de compras'' são exemplos de conteúdos de topo de funil.

Meio do funil

Nessa etapa, o usuário já conhece o seu site, e é onde ele procura informações mais aprofundadas sobre o assunto desejado. Aqui você pode oferecer e-books, ou os chamados ''materiais ricos'', que abordam o conteúdo de forma mais completa, e que podem ser baixados em troca de o usuário preencher um formulário com informações, como e-mail e telefone.

O meio do funil é onde as pessoas já reconhecem que possuem uma necessidade ou problema, e através dos materiais ricos, você começa a oferecer uma solução: seu produto ou serviço.

Fundo do funil

Sabendo de sua necessidade, os usuários estão procurando soluções de fato, e com uma base de leads já formada, sua empresa pode começar a oferecer o seu produto. É o momento da decisão de compra, onde ele precisa ser convencido de que você é a melhor escolha para solucionar seu problema.

Como montar o funil de marketing de acordo com o seu negócio?

Depois de entender os estágios de funil, é necessário compreender a jornada de compra em que o cliente está. Como o processo de compra digital é diferente do físico, sua empresa pode aplicar algumas técnicas ''imediatas'' que podem convencer o consumidor.

Escassez

Estimular a compra usando gatilhos de escassez. Essa técnica é muito usada em e-commerce, destacando quantidade limitada.

Urgência

Onde existe um prazo definido para compra — que pode ser real ou não — onde o cliente só terá acesso a um determinado preço por tempo limitado.

Autoridade

Só é possível através da publicação de conteúdos relevantes para o usuário, por isso a importância de manter um blog com postagens consistentes e que realmente agreguem valor à sua marca.

Prova Social

Mais recentemente, a contratação de publiposts feitos por influencers tem tido bons resultados nessa técnica. Se seu negócio é uma loja virtual, exibir comentários positivos de quem comprou o seu produto, ou cases de sucesso (para serviços) é a forma mais segura.

O funil de marketing possui uma estrutura fixa e relativamente fácil de ser aplicada. O segredo é adequar os conteúdos e a sua linguagem de acordo com o seu público, oferecer respostas relevantes e utilizar técnicas de abordagem que pareçam naturais ao levá-lo para o fundo do funil, onde as vendas acontecem de fato.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente